chamusca-celia-barrocaurbanidade

Categoria: Cultura

A edição de 2019 da Festa dos Tabuleiros, uma das manifestações culturais e religiosas mais antigas de Portugal e que se realiza de quatro em quatro anos por decisão da população, vai realizar-se entre 29 de junho e 8 de julho, em Tomar, esperando-se a participação de mais de 750 tabuleiros no principal cortejo.

A mordoma da festa, Maria João Morais, explicou à agência Lusa que a Festa dos Tabuleiros, que a primeira saída da festa acontecerá a 21 de abril, domingo de Páscoa, com a Procissão das Coroas e Pendões do Espírito Santo, acontecendo o Cortejo dos Rapazes a 30 de junho, este já com a certeza de participação de 1.200 crianças dos jardins-de-infância e escolas de primeiro ciclo do concelho.

Segundo a mordoma, tanto no Cortejo dos Rapazes, tradição retomada na festa de 1991, como no Cortejo dos Tabuleiros é notório um “entusiasmo crescente” da população mais jovem, exemplificando com a inscrição, no primeiro, de filhos de emigrantes tomarenses que se deslocarão propositadamente para o evento e, no segundo, de jovens que já só têm ligação ao concelho através dos avós.

O trabalho de confeção das flores para os tabuleiros e para a ornamentação das ruas já está em curso nas 11 freguesias do concelho, sendo que a abertura das Ruas Ornamentadas está marcada para 4 de julho, prolongando-se até ao encerramento, no dia 08, quando é feita a distribuição do Bodo ou Pêza.

O Cortejo do Mordomo acontecerá no dia 5 de julho e os Cortejos Parciais dos Tabuleiros a 6, dia em que se disputam as finais dos jogos populares e se expõem os tabuleiros na Mata dos Sete Montes (de acesso ao Convento de Cristo).

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

População escolheu primeira mulher para mordoma da Festa dos Tabuleiros

Realização da Festa dos Tabuleiros está nas mãos do povo

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves