PUB

BANNERREDEREGIONAL festival 7

PUB

fngastronomia

escolatecnicaprofissionalribatejo

A Escola Técnica e Profissional do Ribatejo (ETPR) vai abrir as suas portas à comunidade na sexta-feira, 4 de abril, num dia aberto em que os estudantes do ensino profissional vão apresentar os trabalhos desenvolvidos no âmbito da sua formação na escola aos alunos do 9.º ano, e os visitantes podem conhecer as oficinas e ateliês de cada curso.

"As Profissões da nossa Escola" é o nome deste dia aberto que, entre as 10h30 e as 21h30, tem como objetivo promover e divulgar a oferta formativa da ETPR, situada em Tremez, concelho de Santarém, junto dos agentes da região.

Os estudantes visitantes podarão realizar experiências e varias atividades relacionadas com cada área de formação da ETPR, que oferece os cursos de Técnico de Apoio à Infância; Técnico de Análise Laboratorial; Técnico de Comércio; Técnico de Eletrotecnia; Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos.

"Este dia será muito importante para os potenciais futuros alunos da ETPR, como para os próprios estudantes, motivando o seu espírito de iniciativa e responsabilidade, numa espécie de ação de team building que promove o espírito de equipa e cooperação entre todos", explica Martinha Duro, a diretora pedagógica da escola.

Segundo a responsável, será um "dia de partilha" em que "estudantes, colaboradores, docentes e não docentes, darão a conhecer a escola e os cursos, além de partilharem a sua sensibilidade relativamente à experiência de aprender e lecionar diariamente na ETPR".

strcolegiopsh02

O Colégio Infante Santo, em representação do concelho de Santarém, conquistou o prémio "Jovens Empreendedores" para alunos do 3º ciclo do ensino básico no âmbito do VI concurso de inovação e empreendedorismo “Ideias Fora da Caixa”, organizado pela Escola Técnico Profissional do Ribatejo (ETPR).

Coordenado pela professora Ana Margarida Rebelo, o Colégio Infante Santo foi distinguido pela conceção de um aquecedor ecológico, o “Wew Eco Warmer”, cuja única fonte de energia necessária são eco velas fabricadas através da reutilização de óleo alimentar.

Este concurso teve um total de 24 escolas participantes, oriundas de diversos pontos do país, e divididas em dois ciclos de ensino, o 3.º ciclo do ensino básico e o ensino secundário (regular e profissional), categoria que foi ganha pela Escola Profissional da Marinha Grande.

A entrega dos prémios decorreu na passada sexta-feira, 28 de março, no pavilhão da ETPR, em Tremês, que recebeu vários representantes das escolas que participaram no projeto.

“Todos os jovens hoje aqui presentes anteciparam o futuro. Nos tempos que correm é crucial ter ideias fora da caixa", salientou o presidente de Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, para quem os “projetos apresentados são de grande qualidade e empreendedorismo”.

Das escolas do distrito, destaque para o Colégio Andrade Corvo, de Torres Novas, que na categoria do 3º ciclo do ensino básico, recebeu uma menção honrosa para a responsabilidade social e ambiental.

economiavinagre

Várias turmas da escola básica nº 2 do Entroncamento visitaram as instalações da Comtemp - Companhia dos Temperos entre os dias 25 e 27 de março, no âmbito do projeto "EmpCriança", que a Nersant está a desenvolver em 20 estabelecimentos de ensino da região.

A EB2 do Entroncamento optou por levar os seus alunos à Comtemp por ser uma das empresas mais importantes do concelho e por produzir produtos conhecidos do quotidiano das crianças, como vinagres e molhos diversos.

A visita das crianças começou pelo local de chegada das matérias-primas, seguida de uma viagem pelas instalações para assistir ao processo de fabricação, onde passaram por algumas das linhas de enchimento de vinagres e pelo armazém, de onde todos os produtos saem para chegar aos clientes.

O projeto "EmpCriança" tem como principal objetivo sensibilizar os alunos dos 3º e 4º anos do primeiro ciclo para o empreendedorismo e para a atividade empresarial, "com o intuito de estimular a capacidade de criação, observação e atuação dos alunos, preparando-os para o seu futuro", explica uma nota de imprensa da Nersant.

Com estas visitas in loco às empresas, os alunos têm oportunidade de levantar as questões diretamente aos empresários e compreender melhor os conceitos que adquiriram durante as aulas, onde "são estimulados a pensar a sua própria mini-empresa e a forma de a operacionalizarem", acrescenta a mesma nota.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 890 visitantes e 0 membros em linha