PUB

chamusca show infantil

PUB

insantarem

empreender jovem

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) levou a efeito na Feira Empresarial da Região de Santarém (Fersant) um peddy paper pedagógico onde participaram os alunos do Empreender Jovem, projeto de empreendedorismo juvenil direcionado para o 2.º e 3.º ciclo.

A iniciativa, que se realizou no dia 11 de Junho, contou com a presença das 19 escolas e cerca de 600 alunos, que se deslocaram ao certame no âmbito da sua participação na edição piloto do Empreender Jovem.

Inovação, Concorrência, Plano de Negócios, Mercado Alvo, Desenvolvimento Sustentável e Financiamento foram as etapas que todos os alunos tiveram de percorrer pelo recinto da feira, com a obrigatoriedade de responder corretamente a todas as questões.

As questões, de escolha múltipla, centraram-se nas características que uma boa ideia de negócio deve ter, na importância da inovação nas empresas e na definição do próprio conceito de inovação. Para concluir algumas das etapas com sucesso, para além da resposta correta à pergunta, os alunos tiveram ainda de levar a efeito algumas atividades físicas, como por exemplo, paint ball.

Após a conclusão dos seis desafios propostos pela Nersant, os alunos deslocaram-se ao ponto de chegada da atividade (Torreão), onde a associação entregou, após a verificação dos carimbos equivalentes às seis respostas corretas, os diplomas de participação a todos os alunos.

Este foi o primeiro ano em que a Nersant dinamizou o Empreender Jovem, que contou, com a participação de 19 escolas, 36 professores e 594 alunos. Este projeto veio dar continuidade e suporte aos projetos de empreendedorismo já dinamizados pela NERSANT: o EmpCriança - Empreender no Ensino Básico, e o EmpreEscola - Empreender no Ensino Secundário.

abrantesconcursoleitura

O concurso concelhio de leitura "Abrantes a Ler" contou este ano com a participação de 790 jovens leitores, vindos das escolas do ensino básico, secundário e profissional de todo o concelho.

A cerimónia de entrega dos prémios, que decorreu na biblioteca municipal António Botto no final da semana passada, contou com a presença do escritor João Manuel Ribeiro.

O aluno Vladyslav Korobeynyk, da escola Dr. Manuel Fernandes, foi o grande vencedor do escalão dos alunos do ensino secundário, ao passo que Inês Nogueira, também da Dr. Manuel Fernandes, venceu o prémio para os estudantes do 3º ciclo do ensino básico.

Luísa Balbino, da escola D. Miguel de Almeida, foi a vencedora no 2º ciclo do ensino básico, tendo Maria Nascimento Silva, da EB1 Nº2 de Abrantes, ganho no escalão para os alunos do 3º e 4º anos do 1º ciclo, e Matilde Rosado, do Centro Escolar de Rio de Moinhos, ganho na categoria dos alunos do 1º e 2º anos do 1º ciclo do ensino básico.

Os 38 finalistas vão participar numa viagem literária a Alcobaça, no dia 26 de junho, que inclui uma visita guiada ao Mosteiro da cidade por Nuno Matos Valente, autor do livro a "Ordem do Poço do Inferno", e ainda uma visita ao Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota.

escola cartaxo

O presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, defende as escolas públicas do concelho e saúda a união entre autarcas e comunidade escolar contra a decisão do Ministério da Educação (ME) de encerrar escolas.

Numa reunião de trabalho e visita a duas das três escolas da freguesia de Pontével que são propostas pelo ME para encerrar no próximo ano, Pedro Magalhães Ribeiro defendeu que as escolas não podem encerrar.

“As escolas têm condições para continuar a receber as nossas crianças”, afirmou o autarca confirmando que recebeu indicações que o Ministério queria fechar 6 escolas no concelho do Cartaxo.

Pedro Ribeiro diz que só fruto dos muitos contactos entre autarcas e dirigentes do ME foi possível inverter o cenário, referindo que, em comunicação de 2 de Junho, o Ministério da educação reconhece e aceita a manutenção das escolas de Valada, Ereira e N.º 2 de Vila Chã de Ourique.

No que respeita à freguesia de Pontével, o presidente da Câmara, afirma que a proposta que o Ministério fez chegar ainda não é a que a comunidade defende, referindo-se à proposta de que os alunos da Escola dos Casais Lagartos passem a integrar a Escola EB 1 de Pontével e que das escolas dos Casais da Amendoeira e dos Casais Penedos, apenas uma se mantenha aberta.

A reunião e a visita foi proposta pelo presidente da Junta de Pontével, Jorge Pisca, na sequência de uma outra que decorreu no dia 5 de abril, com a presença de autarcas, responsáveis dos estabelecimentos de ensino e dos pais e encarregados de educação das escolas em causa e do agrupamento, para discussão do futuro das escolas da freguesia.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 1020 visitantes e 0 membros em linha