PUB

chamusca natal
Slide thumbnail

PUB

cimt slideshow

PUB

reino natal

PUB

elgalego 2019

banner coruche natal1

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) parte esta quinta-feira, 16 de Novembro, com uma comitiva de empresários ribatejanos para uma missão a Cabo Verde. O objectivo é identificar oportunidades de negócios e contactar com potenciais parceiros ou clientes, no sentido de alargar as actividades comercias a um novo mercado.

Além de contactos bilaterais com diversas empresas e entidades locais, a participação na missão empresarial a Cabo Verde, que se realiza entre os dias 17 e 23 de Novembro, engloba a visita à 15.ª edição da Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), na cidade do Mindelo, ilha de S. Vicente. Trata-se do evento comercial internacional de maior dimensão em Cabo Verde, que congrega expositores de vários pontos do país, possibilitando o negócio, a transferência de conhecimento e a promoção de trocas comerciais.

De acordo com os interesses pré-identificados por cada empresa participante na missão, a NERSANT, além dos contactos desenvolvidos na feira, preparou uma série de reuniões privadas entre as empresas portuguesas e as empresas e entidades locais. Neste sentido, já estão agendados vários encontros institucionais, entre os quais uma reunião de apresentação do mercado de Cabo Verde, a cargo da AICEP.

Os vinhos do Tejo ‘Azul Portugal Tinto 2008’ e ‘Marquesa de Cadaval Tinto 2007’ foram escolhidos pela revista americana Wine Enthusiast – uma das mais prestigiadas publicações mundiais na área de vinhos, para figurar no top 100 dos néctares que considera serem as “melhores compras” e “melhores vinhos de guarda” de 2011, respectivamente.

Produzido pela Companhia das Lezírias, em Samora Corria, o ‘Azul Portugal Tinto 2008’ obteve 91 pontos, que lhe valeram o 14º lugar no ranking dos 100 vinhos que a revista considera serem as “melhores compras” deste ano.

Para apurar a tabela que designa por ‘Top 100 Best Buys’, o painel de jurados da Wine Enthusiast provou, ao longo dos ultimos 12 meses, mais de 16 mil vinhos oriundos de todo o mundo, comercializados a um preço não superior a 15 dólares. Destes, realizou uma pré-selecção que reduziu o leque de candidatos a 1224 garrafas.

Com 93 pontos em 100 possíveis, o ‘Marquesa de Cadaval Tinto 2007’, produzido pela Casa Cadaval, em Muge, classificou-se no 72º lugar do ranking do ‘Top 100 Cellar Selections 2011’, lista que a Wine Enthusiast elaborou para distinguir os melhores vinhos de guarda do ano.

Os critérios para a escolha destes néctares, que se caracterizam pelo seu potencial de envelhecimento em garrafa, assentam não no preço, mas na sua qualidade absoluta.

Além destas distinções, refira-se que o júri da Wine Enthusiast classificou mais 15 vinhos do Tejo com 90 ou mais pontos. Destes, três foram rotulados de ‘Best Buy’ e três de ‘Cellar Selection’, embora não tenham atingido o top 100, contribuindo assim para a obtenção dos melhores resultados de sempre dos vinhos do Tejo nos reputados rankings da revista americana.

“Os vinhos seleccionados pela Wine Enthusiast para figurar na lista dos 100 melhores vinhos de guarda do mundo obedecem a processos de produção extremamente criteriosos e esta distinção é motivo de grande orgulho não só para o produtor e para a CVR Tejo, mas também para os demais produtores da região, na medida em que serve de estímulo para que continuem e reforcem a aposta na qualidade”, referiu José Pinto Gaspar, presidente da CVR Tejo.

Com um universo de cerca de 680 mil leitores, a Wine Enthusiat Magazine aborda as editorias de vinhos, bebidas espirituosas, gastronomia, viagens e lazer.

A Aquino Construções, empresa com sede em Ourém, e que emprega mais de uma centena de pessoas, apresentou um plano de recuperação no Tribunal do Comércio de Ourém.

Em comunicado, a empresa defende “a manutenção da empresa em laboração, com a salvaguarda de mais e uma centena de postos de trabalho diretos” e propõe “assumir compromissos de pagamentos aos credores muito superiores ao que seria expetável num cenário de liquidação”.

A administração garante que a empresa continua em laboração com os salários e impostos em dívida e aguarda que os credores se pronunciem a 19 de dezembro sobre a viabilidade da empresa.

Fundada em 1977, a Aquino Construções tinha várias obras em curso nos distritos de Santarém e Leiria, dedicando-se essencialmente ao setor de obras públicas.

A empresa entrou em processo de insolvência em julho e um mês depois a Câmara de Ourém rescindiu o contrato com a Aquino Construções, a quem tinha sido adjudicada a requalificação urbana da Avenida D. José Alves Correia da Silva, na cidade de Fátima.

Mais artigos...

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

cmcartaxo natal

PUB

PUB

politeama rainhadaneve

Quem está Online?

Temos 390 visitantes e 0 membros em linha