PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

Várias adegas da região vitivinícola do Tejo vão estar de portas abertas, no fim de semana de 8 e 9 de Setembro, para mostrar um poço da cultura do vinho. A iniciativa, chamada ‘Portas Abertas do Tejo 2012’, vai permitir aos visitantes participar ativamente no processo da vindima.

Segundo a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo), entidade organizadora da iniciativa, os 20 produtores que este ano se vão associar ao evento já deram início aos preparativos para receber os mais de 2 mil visitantes (do país e do estrangeiro) que se esperam na região ao longo do fim de semana. 

“De ano para ano, verificámos que os produtores aderentes encaram esta ação com entusiasmo renovado e preparam programas de atividades cada vez mais completos e criativos, pensados para cativar e aproximar as diferentes gerações de visitantes das tradições e da cultura do vinho”, refere José Pinto Gaspar, presidente da CVR Tejo.

Além das vindimas, o programa de atividades de diversos produtores do Tejo vai contemplar visitas às vinhas e às adegas, onde serão explicados os processos de vinificação, bem como provas de vinhos, de mostos e de doces regionais, almoços nas adegas, espetáculos de variedades equestres, passeios de trator e de charrete.

De referir que, à semelhança da última edição do ‘Portas Abertas do Tejo’, os visitantes terão também acesso a ofertas especiais e descontos até 50% na aquisição de vinhos nas lojas dos produtores participantes.

Em 2012, os vinhos do Tejo estimam novo crescimento, a rondar os 10%, em contra-ciclo com a tendência decrescente que o desempenho do setor vem observando. Ao nível da certificação, a CVR Tejo espera emitir mais de 17 milhões de selos, correspondentes a uma receita na ordem dos €40M. 

Saiba mais em www.cvrtejo.pt.


A 9ª edição do festival do arroz doce e doçaria tradicional realiza-se este ano entre os dias 30 de Novembro e 2 de Dezembro, em Torres Novas.

Durante os quatro dias da edição de 2011, este certame atraiu cerca de 10 mil visitantes ao recinto da Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant), entidade responsável pela sua organização.

O já tradicional concurso do melhor arroz doce – aberto tanto a expositores como a particulares – é um dos principais atractivos do festival, e terá como elementos do júri Filipa Vacondeus e Odete Castelão, em representação do Chefe Silva.

Além das doces tentações levadas pelos muitos expositores de doçaria tradicional, o programa do certame inclui ainda um workshop de cake design, onde os participantes poderão aprender diversas técnicas ligadas à decoração de bolos (e que foi um sucesso na edição anterior), uma feira do livro e uma feira de stocks, onde editoras e empresas ligadas ao comércio de vestuário, calçado, tapeçaria e bijutaria, colocam à venda os seus produtos a preços reduzidos.

A animação diária do recinto do festival vai estar a cargo de ranchos folclóricos e grupo de sevilhanas.

Lançado há apenas 15 dias, o portal Sítio do Empreendedor - criado pela Associação Empresarial da Região de Santarém para agilizar e auxiliar a criação de empresas na região do Ribatejo - já acolheu mais de 10 ideias de negócio.

A justificação para este sucesso pode passar pela sua interatividade e rapidez da plataforma criada pela Nersant. O presidente da Comissão Executiva da associação, António Campos, destaca o facto do Sítio do Empreendedor (http://sitiodoempreendedor.nersant.pt) ser “uma plataforma online que permite a qualquer cidadão do país ou do mundo, submeter de forma muito simplista e intuitiva, a sua ideia de negócio, podendo verificar na hora a viabilidade económica da ideia exposta”.

A incubadora de ideias online permite a elaboração de um mini estudo de viabilidade de cada ideia de negócio, bastando para o efeito que o empreendedor submeta online os valores previsionais inerentes à concretização da mesma, no que diz respeito ao plano e financiamento do investimento, a previsão de vendas ou serviços prestados, encargos com fornecimentos e serviços externos e encargos com pessoal.

Submetidos os valores, cabe à Nersant realizar uma análise séria e cuidada da ideia de negócio exposta, ficando o utilizador a saber no momento se a sua ideia terá viabilidade económica ou não.

Para além do estudo de viabilidade, o site tem ainda ao dispor de todos os empreendedores, todas as informações necessárias ao início de uma atividade empresarial, como tipos de sociedades existentes, etapas para a constituição de uma empresa, e ainda informações fiscais e sobre financiamentos.

 

NOTÍCIA RELACIONADA:

Dez cursos profissionais á espera de 200 jovens da região

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim

Quem está Online?

Temos 652 visitantes e 0 membros em linha