PUB

BANNERREDEREGIONAL festival 7

PUB

fngastronomia

A Comissão Vitivinícola Regional Tejo vai levar oito produtores à China, país onde a procura destes vinhos tem vindo a crescer. O objetivo é aumentar para 20 o número de produtores a exportar para aquele mercado até ao final do ano.

Em comunicado, a CVR Tejo afirma que a delegação vai deslocar-se a Guangzhou, Macau e Hong Kong, onde participará, de 3 a 5 de novembro, numa das maiores feiras do mercado chinês e asiático, a Hong Kong International Wine & Spirit Fair.

Neste evento, onde os vinhos do Tejo terão um stand próprio com imagens identificativas da região, os produtores vão dar a conhecer os seus vinhos a profissionais do setor e ao consumidor final, afirma o comunicado.

Segundo dados da CVR Tejo, depois das exportações para a China terem duplicado em 2010, para os 335.000 litros de vinho, o mercado chinês adquiriu, na primeira metade deste ano, 160.000 litros de vinhos do Tejo, o que significa um crescimento de 28 por cento face ao período homólogo de 2010.

A China é o segundo país para o qual a região mais exporta, acreditando o presidente da CVR Tejo, José Pinto Gaspar, existir margem para continuar a crescer.

Integram a delegação os produtores Agro Batoréu, Casa Cadaval, Casal Branco, Casal do Conde, Falua, Pinhal da Torre, Quinta da Lapa e Quinta da Ribeirinha.

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) está a dinamizar a criação de duas redes de cooperação empresarial na região – A Rede de Empresas do Sector da Construção Civil e Metalomecânica e a Rede Multi-Sectorial para Exportação para Mercados Emergentes.

A Rede de Empresas do Sector da Construção Civil e Metalomecânica tem como objectivo principal a criação de uma economia de escala que permita uma oferta integrada no âmbito destes sectores de actividade. Especialização e complementaridade; partilha de infraestruturas e equipamentos; e criação de uma central de compras, são algumas das vantagens partilhadas pelas empresas aderentes a esta rede.

Relativamente à Rede Multi-Sectorial para Exportação para Mercados Emergentes, o seu objectivo passa pela partilha de custos entre as empresas aderentes, com vista a atingir novos mercados. Prospecção de mercados; participação conjunta em feiras; acções comerciais e de promoção conjuntas; partilha de recursos humanos e físicos nos mercados de destino; e investimento partilhado em infra-estruturas (como por exemplo escritórios e armazéns) são algumas das vantagens de adesão a esta rede de cooperação.

As empresas interessadas ainda podem aderir a qualquer destas redes de cooperação, bastando para tal contactar a NERSANT através do número 249 539 500 ou do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 978 visitantes e 0 membros em linha