PUB

chamusca covid

PUB

cms fiqueemcasa


“Alpiarça Terra do Melão – o labor e um sabor da nossa terra” é o mote para o III festival dedicado que a este fruto que vai decorrer no fim-de-semana de 21 e 22 de Julho, no Parque do Carril.

Segundo Mário Pereira, o presidente da Câmara de Alpiarça, responsável pela organização do certame, esta iniciativa cumpre dois objectivos principais.

Por um lado, “fazer a necessária justiça ao povo de Alpiarça, às várias gerações de produtores e seareiros que, ao longo de décadas, se dedicaram à produção do melão e da melancia”, mas também, por outro lado, contribuir para a promoção deste produto único do concelho.

Os organizadores esperam “efeitos positivos na sua comercialização e o consequente impacto na economia local”, salientou o autarca na conferência de imprensa de apresentação do festival, que decorreu na quinta-feira, 12 de Julho.

O certame será também “um momento de diversão e de afirmação da cultura alpiarcense, com um cartaz de espectáculos de cariz popular”, com destaque para o fado, o folclore, um baile, jogos tradicionais e animação infantil, e passeios de bicicleta, de carros antigos e de barco na Vala.

Não faltará também o artesanato local, a gastronomia e vinhos, e a agricultura biológica, num festival com um orçamento “realista, à medida das possibilidades financeiras das autarquias e do contexto de dificuldades que vivemos”, salientou Mário Pereira.

O autarca destacou ainda o regresso da realização dos concursos de melão e melancia e os “workshops” sobre a temática agrícola e gastronómica em torno dos produtos que são o motivo principal do festival.


A “rodada internacional de negócios” que a Câmara Municipal de Ourém promoveu com o objectivo de criar oportunidade de negócio entre o tecido empresarial do concelho e parceiros comerciais estrangeiros reuniu mais de 100 participantes no centro de negócios local.

Integrado no programa oficial do 50º Encontro dos Descobrimentos “Portugal no Brasil – Brasil em Portugal”, este encontro reuniu empresários e entidades oficiais do Brasil, Roménia e Finlândia, tendo sido o mercado brasileiro que mais interesse gerou junto dos participantes portugueses.

Numa altura em que o Brasil é visto como uma forte e consistente oportunidade de internacionalização, os representantes da Associação Paulista de Supermercados, da Federação das Câmaras de Comércio Exterior do Brasil, e do Secretariado de Desenvolvimento da Prefeitura de Indaiatuba deram informações sobre o funcionamento dos mercados, orientações sobre a abordagem aos mesmos e disponibilizaram-se para prestar o apoio dentro das suas áreas de actuação.

João Carlos Galassi, presidente da Associação Paulista de Supermercados, referiu mesmo que “a aposta na internacionalização da economia do município de Ourém pelo mundo é a chave do sucesso. Foi assim que o Brasil aumentou a sua produção e exportação por esse mundo fora”.

Esta “rodada”, que se realizou no sábado, 7 de Julho, foi organizada pelo Gabinete de Apoio e Promoção da Actividade Empresarial (GAPAE), um serviço que resulta da conjugação de esforços entre a Câmara de Ourém e a Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO).


A Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior (TAGUS) vai realizar um seminário que servirá para apresentar os resultados das estratégias de desenvolvimento que têm sido implementadas no terreno, e para lançar uma nova época de recepção de candidaturas aos apoios da abordagem LEADER, do Programa Nacional de Desenvolvimento Rural (ProDeR).

“Avaliação da Aplicação da Estratégia de Desenvolvimento Local da TAGUS em Abrantes, Constância e Sardoal” é o nome da iniciativa que vai decorrer na quinta-feira, 12 de Julho, nos claustros do Convento S. Domingos, no centro histórico de Abrantes.

Os principais aspectos que caracterizam os projectos já aprovados vão marcar o arranque da sessão, a que se seguem duas intervenções, a cargo da presidente da direcção da “Minha Terra – Federação Portuguesa das Associações de Desenvolvimento Local”, Regina Lopes, e do assessor na aplicação e implementação de Programas e Projectos de Desenvolvimento Local, Camilo Mortágua.

Após um pequeno debate, será feito o lançamento do novo aviso de abertura de concurso aos apoios do ProDeR, e a terminar a sessão será feita uma prova de produtos locais na Praça dos Sabores, no Mercado Criativo de Abrantes, informa a associação.

O seminário é de entrada livre, bastando aos interessados efectuar inscrição no site da TAGUS (www.tagus-ri.pt), ou através do telefone 241 372 180.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 1381 visitantes e 0 membros em linha