PUB

chamusca covid

PUB

banner cms vamostodosficarbem

O presidente da Conforlimpa, empresa que durante vários anos teve sede em Almeirim, onde mantém uma lavandaria industrial, foi detido esta quinta-feira de manhã, pela Polícia Judiciária (PJ), no âmbito de um megaprocesso relacionado com alegadas fraudes fiscais.

A notícia é avançada pela edição online do jornal “Sol” que explica que Armando Cardoso, um dos empresários mais conhecidos do distrito de Santarém, foi detido, após buscas domiciliárias e em empresas do universo empresarial da Conforlimpa, “a fim de ser submetido a primeiro interrogatório judicial, em Lisboa”.

O Rede Regional contatou os serviços centrais da empresa, agora com sede em Castanheira do Ribatejo, mas ninguém se mostrou disponível para comentar o caso, ao que foi explicado por estar a decorrer uma auditoria interna.

A Conforlimpa, hoje em dia uma SGPS, é um grupo de empresas que trabalha na área das limpezas industriais, com negócios em Portugal e no estrangeiro. No entanto, as origens da empresa remontam à década de 80 quando Armando Cardoso fundou a empresa de limpezas que, com um crescimento constante ao longo de mais de duas décadas, se assumiu como um dos maiores grupos empresariais do setor, tendo como principal cliente o setor empresarial do Estado, como hospitais, centros de saúde, tribunais e instalações policiais.

Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) está preparar três novas missões empresariais, com destino a quatro países africanos, e que se deverão realizar até final do corrente ano.

Já em novembro, entre os dias 15 e 21, a Nersant vai estar em Cabo Verde para alavancar os negócios entre as empresas da região e as empresas cabo verdianas. Esta missão tem como vantagem acrescida a visita e presença da delegação na FIC – Feira Internacional de Cabo Verde.

Moçambique e África do Sul são os mercados-alvo seguintes a abordar pela associação empresarial, que prevê a realização de uma missão aos dois países entre os dias 27 de novembro e 6 de dezembro.

Para terminar o seu planeamento estratégico de ações de internacionalização, a Nerant vai realizar uma missão empresarial a Marrocos, entre os dias 11 e 15 de dezembro.

As empresas interessadas em participar em qualquer destas ações de internacionalização devem contactar o Departamento de Apoio Técnico, Inovação e Competitividade através do número 249 839 500 ou do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Tendo como grande objectivo de aumentar as vendas para o mercado norte-americano, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) e 10 produtores vitivinícolas da região vão encetar acções de promoção em Miami e Nova Iorque, tentando conquistar a confiança dos importadores locais.

Esta iniciativa conta com o apoio de David Bernad, co-fundador e gestor da "Miami Internacional Wine Fair", que entre os dias 10 e 12 de Outubro estará naquelas duas cidades norte-americanas para fazer uma apresentação dos vinhos ribatejanos.

No total, os produtores do Tejo vão ter oportunidade de abrir mais de 100 vinhos, para convencer os importadores.

Segundo José Pinto Gaspar, presidente da CVR Tejo, "Esta viagem transatlântica servirá para incrementar o volume de exportações para os EUA, bem como reforçar a notoriedade dos vinhos da região naquele país", frisa o presidente da CVR Tejo, José Pinto Gaspar, sublinhando que a importância deste mercado.

O objectivo da CDR Tejo é triplicar o consumo de vinhos ribatejanos no mercado norte-americano no espaço de dois anos, salientou o mesmo responsável.

Os produtores que vão marcar presença em solo americano são a Adega Cooperativa do Cartaxo, Agro-Batoréu, Casal da Coelheira, Casal do Conde, Fiuza & Bright, Quinta da Atela, Quinta do Casal Monteiro, Quinta do Falcão, Quinta da Lapa e Quinta Vale do Armo. 

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 536 visitantes e 0 membros em linha