Economia

Os transportes urbanos de Torres Novas, Tomar e Entroncamento vão sofrer, a partir desta segunda-feira, 1 de abril, reduções entre os 22% e os 64%, no âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART).

Slide thumbnail

Em Torres Novas, a autarquia diz que o desconto nos seus transportes urbanos será de cerca de 22% em todas as tipologias de passe, com exceção do passe Estudante, em que a redução é de cerca de 64%.

Já em Tomar, os tarifários dos Transportes Urbanos de Tomar vão sofrer reduções que variam conforme os tipos de passes, atingindo, no caso dos estudantes, os 60. Os passageiros regulares vão pagar 8,50 euros pelo passe normal, 5,95 euros pelo passe CCD (menos 30%) e 5,00 euros pelo passe Estudante / 3.ª Idade / Mobilidade Condicionada. Os utilizadores dos passes 4_18 também vão ter descontos, no caso do escalão A de 60% (passa para 3,40 euros), tendo os restantes alunos desconto de 25% (6,40 euros).

No caso do Entroncamento, o Passe Jovem e Cidadão Portador de Deficiência passa a estar isento de tarifa nos TURE – Transportes Urbanos do Entroncamento, sendo de 60% a redução na tarifa do Passe Sénior (reduz de 7,5 para 3 euros) e do Passe Geral (de 15 para 6 euros).

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejoanunciou também uma redução da ordem dos 40% nas assinaturas dos transportes públicos na região.

Uma das maiores diminuições vai acontecer no transporte ferroviário. A Câmara do Entroncamento fez as contas e diz que os utentes do percurso ferroviário Entroncamento-Lisboa vão poder, já a partir de segunda-feira, combinar o passe regional até Vila Franca de Xira (164,20 euros) com o da Área Metropolitana de Lisboa (40,00 euros), o que representa uma redução substancial de cerca de 50 euros aos em relação 252,90 euros pagos atualmente por quem conjuga a assinatura da CP com o passe do Metropolitano de Lisboa.

A partir de 01 de maio, o custo mensal para estes utilizadores será ainda menor, com a aplicação das reduções negociadas pela CIMT com a CP.