Economia

O vinho “Portal da Águia Rosé 2011”, produzido pela Quinta da Alorna, em Almeirim, foi eleito o melhor bag-in-box de vinho rosé à venda na Suécia. Criado especificamente para o mercado sueco e com a missão de cativar o público feminino, que tende a apreciar vinhos rosé, foi desenvolvida uma imagem onde predomina, essencialmente, o cor-de-rosa num ambiente de praia.

O “Portal da Águia Rosé” é composto pelas castas Tinta Roriz, Touriga Nacional e Castelão, que conferem a este vinho a cor rosada e o aspecto brilhante, onde predominam os aromas a frutos vermelhos com destaque para as notas de framboesas, morangos e cerejas.

Além de ter sido eleito o melhor vinho, foi ainda eleito como o rosé com melhor relação qualidade/preço. A avaliação de cada uma das referências a concurso foi feita por um grupo de provadores experientes, individualmente, em prova cega.

Este vinho, referente a um negócio que envolveu a venda de 660.000 litros ao mercado sueco, tem sido alvo dos maiores elogios por parte da crítica sueca da especialidade, aos quais se vêm juntar mais estas duas distinções. “Cada vez mais os vinhos do Tejo se impõem pela sua relação qualidade-preço”, refere José Pinto Gaspar, presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo.

Recorde-se que, já em 2010, um outro vinho rosé proveniente da região do Tejo – o ‘Casal da Coelheira Rosé 2009’ –, produzido pelo Centro Agrícola do Tramagal, arrecadou a distinção de melhor rosé do mundo, atribuída pelo Concurso Mundial de Bruxelas.