PUB

chamusca covid continua
Slide thumbnail

PUB

santarem embreve


A escola de triatlo do Clube de Natação de Torres Novas obteve o primeiro lugar no III Aquatlo de Pelorido, uma prova pontuável para o campeonato nacional jovem de triatlo que se realizou no sábado, 7 de Julho, em Pelorido, Castelo de Paiva.

Com este resultado, a equipa torrejana manteve o segundo lugar por equipas a nível nacional e a liderança no que se refere ao sector masculino da mesma competição.

No escalão de Benjamins, Duarte Santos foi o melhor da escola de triatlo e terminou em 6º lugar, ao passo que os colegas de equipa João Graça, Nuno Ramos e Henrique Freitas alcançaram os 12º, 17º e 18º lugares, respectivamente.

No escalão de infantis, com uma equipa de oito atletas, o clube torrejano alcanço dois lugares no pódio, por Julian Espinoza, que venceu a prova, e José Pedro Vieira, que ficou no 3º lugar. Inês Marques, Salvador Sottomayor, David Domingues, Tiago Lopes, Daniel Rodrigues e Leonardo Rodrigues, alcançaram o 14º, 5º, 19º, 20º, 24º e 27ºlugares respectivamente.

Joana Miranda, com o 6º lugar, foi a melhor atleta no escalão de iniciados; Mariana Correia, Joana Branco, João Marques, Miguel Ramos, André Rodrigues, Tomás Lopes, João Granata, Bernardo Calisto e Henrique Pereira terminaram em 12º, 19º, 11º, 12º, 22º, 23º, 28º, 39º e 40º respectivamente. Em Juvenis, André Cruz também terminou em 6º lugar, seguido por Pedro Coelho, em 7º, e pelos colegas Ricardo Margarido, Ricardo Domingues, Rui Pereira e João Vieira, terminaram em 17º, 21º, 24º, e 31º lugar, respectivamente.

Cerca de centena e meia de atletas, dirigentes, familiares e simples adeptos do Vitória Clube de Santarém festejaram no sábado, 30 de Junho, o encerramento da época desportiva do clube, que se traduziu em 134 jogos oficiais e um título distrital.

A festa realizou-se durante um jantar realizado no Centro Cultural e Recreativo das Fontaínhas e Graínho, onde foram entregues os prémios “Vitória de Ouro” às personalidades do clube que mais se evidenciaram no decurso do último ano. O médico Eduardo Agostinho, da clínica Hudora, seria a figura mais aplaudida, recebendo das mãos do presidente, Carlos Veríssimo, o Prémio Benemérito, pela dedicação e apoio ao clube desde 2005.

Os restantes premiados da noite foram, no hip-hop, Madalena Pereira (atleta jovem do ano) e Patrícia Carvalho (adulta do ano), sendo que no futsal as honrarias couberam a António Sezões (traquina do ano), João Peitaço (benjamim revelação), Bruno Costa (benjamim do ano), Eduardo Carvalho (infantil revelação), Tomás Veríssimo (infantil do ano), Diogo Sezões (iniciado revelação), Lukas Costa (iniciado do ano), Bruce Pedroso (juvenil revelação), Fred (juvenil do ano), João Gomes (júnior revelação), Pika (júnior do ano e sénior revelação), Duarte Fernandes (sénior do ano), Mónica Fragoso (sénior feminina revelação), Mariana Piedade (sénior feminina do ano), Vítor Fazenda (veterano do ano), João Francisco (goleador do ano) e Ricardo Oliveira (treinador do ano). Sérgio Fernandes (150 jogos oficiais), Carla Paulino, Conxi, Mariana Piedade, Marlene Fernandes e Lúcia Jorge (100) e Duarte Fernandes (50) viram também a sua longevidade premiada com a estatueta correspondente.

Sérgio Fernandes foi distinguido como dirigente do ano, enquanto Paulo Veiga, como adepto do ano, e o júnior Tomás Martins, na qualidade de estudante do ano, receberam galardões importantes, cabendo a Pedro Malaca, pela dedicação ao clube, o valoroso prémio de sócio do ano.

Antes, na Nave Desportiva de Santarém, o clube organizou uma “competição” diferente e peculiar, alicerçada num modelo que privilegia o estreitamento de laços de camaradagem entre diferentes personalidades, de distintas faixas etárias, que partilham um elo em comum: o emblema que carregam orgulhosamente ao peito.

Esta prova, cujo modelo serve já de inspiração para outras associações, foi implementada há três temporadas e coloca frente a frente conjuntos formados por um jogador de cada escalão do clube, juntamente com treinadores, dirigentes, familiares e ex-atletas.

Mário Lázaro, ex-treinador de futebol, com passagem pelo comando técnico de várias equipas da região, foi encontrado morto esta tarde, na sua residência, em Alpiarça. Segundo o Rede Regional conseguiu apurar, Mário Lázaro, que trabalhava na área dos materiais de construção, foi encontrado pela esposa, após o almoço, num cenário aparente de suicídio.

Como treinador, Mário Lázaro comandou equipas como o Águias de Alpiarça, União de Santarém, União da Chamusca, Coruchense, Alcanenense e Marinhais. Foi também adjunto de José Peseiro, atual treinador do Sporting de Braga, no União de Montemor.

Mário Lázaro jogou ainda em várias equipas da região, entre elas União de Almeirim, Águias de Alpiarça, Coruchense e União da Chamusca.

João Florêncio, amigo pessoal de Mário Lázaro e comentador desportivo em várias rádios locais do distrito de Santarém, descreve o ex-treinador como “um homem do desporto de relação fácil com toda a gente” e que amava o futebol. “Era um homem integro e muito amigo do seu amigo”, acrescentou.

Nascido a 15 de Fevereiro de 1951 (61 anos), Mário Lázaro deixa esposa e dois filhos maiores de idade, um filho de 36 e uma filha de 28 anos.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

  • jorge_malacas.jpg

PUB

rede regional banner contactos essenciais

Quem está Online?

Temos 488 visitantes e 0 membros em linha