PUB

chamusca covid continua
Slide thumbnail

PUB

santarem embreve

O Clube Desportivo de Torres Novas está a aguardar o desenlace da ronda de reuniões que está a ser promovida pela Federação Portuguesa de Futebol para decidir se aceita - ou não - o convite para subir à terceira divisão nacional de futebol na próxima época.

O convite já foi feito há algumas semanas e, numa primeira ponderação, a direcção do clube estava decidida a não aceitar o convite devido ao aumento de despesas que essa competição implica e ao facto de, no final da época, descerem muitos clubes ao distrital em virtude da reformulação dos campeonatos nacionais.

No entanto, o Rede Regional sabe a federação tem vindo a desenvolver contactos para conseguir mais apoios para o futebol não profissional, o que poderá mudar o cenário. Estes eventuais apoios só deverão ser conhecidos no fim deste mês, pelo que a decisão final do Torres Novas só deverá ser tomada nessa altura.

Recorde-se que o convite da federação à equipa torrejana, segunda classificada no campeonato distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Santarém, surgiu em consequência da desistência de vários clubes dos campeonatos nacionais. Uma decisão tomada não só pelas dificuldades financeiras que a maioria das colectividades atravessa, mas também pelo facto de, no final da época, a grande maioria das equipas da terceira divisão descer aos distritais, enquanto o campeão distrital subirá à futura segunda divisão nacional.

A equipa do A.C.D. São Silvestre venceu este domingo, 15 de Julho, o torneio de veteranos de futebol de praia de Porto Mendo, em Tomar. A formação de São Silvestre conquistou seis pontos, os mesmos que as formações Antunes Gás e Kromuz da Bola, que ficaram no segundo e terceiro lugares, respetivamente. Na última posição ficou o C.C.D. Porto Mendo que, no entanto, arrecadou a Taça Disciplina.

O prémio para o melhor marcador foi para Carlos Dinis (Kromuz da Bola) e o de melhor guarda-redes para Hélio Franco (Antunes Gás).

Rogério Filipe, ao conquistar os títulos nacionais de 5.000 e 10.000 metros marcha, foi a grande estrela do Centro de Cultura e Desporto “O Alvitejo” no campeonato nacional de pista da Fundação Inatel, que se realizou nos dias 7 e 8 de julho, no Centro de Estágio do Luso-Mealhada.

O feito é ainda maior porque foi conseguido em dois dias consecutivos. No sábado, Rogério Filipe foi o primeiro do escalão M50 nos 5.000 metros marcha, com o registo de 27.04,19 (novo recorde nacional) e no dia seguinte, sagrou-se igualmente campeão nacional dos 10.000 metros marcha, com o tempo de 57.22,73.

O terceiro título nacional foi para Arsénio Fernandes que venceu os 400 metros, no escalão M55, com 1.07,86.

Na mesma prova, mas no escalão de M45, Francisco Gaio classificou-se em 2º lugar, com o registo de 1.07,16.

Destaque ainda a presença em competição, mais uma vez, do nonagenário António Rodrigues Silva que percorreu os 100m em 41,07, os 400m em 3.51,73 e integrou a estafeta dos 4x100m.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

  • jorge_malacas.jpg

PUB

rede regional banner contactos essenciais

Quem está Online?

Temos 2367 visitantes e 0 membros em linha