PUB

chamusca covid continua

PUB

banner cms juntos

Mário Amoroso foi eleito esta segunda-feira, 20 de julho, como novo presidente da União Desportiva de Santarém (UDS), sucedendo a Pedro Fernandes, que dirigiu o clube nos últimos anos.

Slide thumbnail

A lista de Mário Amoroso, a única a sufrágio, obteve 555 votos a favor, tendo-se ainda registado 30 votos em branco. Júlio Galveias, Rodrigo Castelo e Vítor Monteiro serão vice-presidentes da direção, enquanto José Marques ocupa o cargo de tesoureiro e Paulo Abreu é o suplente.

A Assembleia Geral é agora liderada por Marta Pita Soares, enquanto o Conselho Fiscal tem como presidente Pedro Bastos.

Os novos órgãos sociais assumem o clube com o objetivo de continuar o trabalho que vem sendo feito nos últimos 3 anos, numa parceira entre clube e Sociedade Anónima Desportiva (SAD).

Mário Amoroso, que até aqui era director de futebol de formação da UDS, disse à Rede Regional que o lema da direção assenta em três pilares - orgulho no passado, competência no presente e campeões no futuro - sendo aposta fundamental a formação de jogadores para a equipa sénior, sem esquecer as necessárias valências de desportivismo que tornarão os jovens atletas em pessoas melhores.

Na próxima época, se tudo correr como esperado, a União de Santarém vai ter equipas em todos os escalões de formação, sendo que no futebol de 11 irão haver duas equipas por escalão.

As infraestruturas continuam a ser um problema, nomeadamente a escassez de campos, mas Mário amoroso acredita que, através da parceira com a câmara e a empresa municipal Viver Santarém, e com algumas melhorias nos campos da Ribeira e Chã das Padeiras, vai ser possível gerir a situação.

Tal como os restantes clubes, a União de Santarém vive ainda a incerteza do regresso das competições, devido á Covid-19, que atrasou o final desta época e, consequentemente, o início da próxima.

O novo presidente da UDS refere que apesar de federação e a associação ainda não terem avançado com os calendários oficiais, a expetativa é que os treinos das equipas jovens possam arrancar no início de setembro.

Em termos financeiros, Mário Amoroso diz que a União de Santarém vive atualmente uma situação equilibrada, que a direção quer manter, ao mesmo tempo que pretende aumentar o número de sócios e patrocinadores, incrementar a ligação do clube à cidade, às pessoas e às empresas, aumentando o número de espetadores dos jogos seniores e de formação.

"São 51 anos de história e queremos devolver a mística do que foi e do que é a União de Santarém, relembrando a todos os vários títulos nacionais e distritais que possuímos", conclui Mário Amoroso.



banner fiqueemcasa

 

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

promo almeirim1

Quem está Online?

Temos 505 visitantes e 0 membros em linha