PUB

chamusca paulo betti

PUB

cms generico

A obra “Auto da Barca do Inferno” serviu de base a uma oficina de teatro na Escola Profissional Gustave Eiffel, no Entroncamento, dirigida por Carlos Carvalheiro, actor, encenador e director do grupo Fatias de Cá, de Tomar.

Com a sua vasta experiência, Carlos Carvalheiro guiou a sessão inicial dedicada às personagens criadas por Gil Vicente – o Frade, a Alcoviteira, o Parvo, entre outras – e distribuiu os participantes na peça por salas de trabalho, tendo ensinado aos alunos algumas técnicas de representação e dado conselhos e dicas sobre a respectiva postura em palco.

No final da oficina prática, em que participaram cerca de 90 alunos, alguns dos quais de instituições externas, a peça foi apresentada no auditório do pólo III da Gustave Eiffel.

David Carreira e os Homens da Luta são as principais atracões musicais das já tradicionais Festas de S. José, em Santarém, que este ano se realizam de 15 a 19 de Março, no antigo Campo da Feira, junto à praça de touros da cidade.

As festas incluem ainda as habituais atividades em torno da data da Reconquista Cristã de Santarém (15 de Março) e do Feriado Municipal (19 de Março), que comemora o Dia de S. José, Santo Padroeiro dos Artífices.

A festa brava também não é esquecida, realizando-se largadas de toiros todos os dias à meia-noite, com exceção do dia 19 (Feriado Municipal), assim como atuações da Popota, das Tunas Académicas e Ranchos Folclóricos, tasquinhas com comida regional e artesanato, entre muitas outras atividades.

O vereador com o pelouro do Turismo na câmara de Santarém, António Valente, revelou que as festas, organizadas em conjunto pela Câmara Municipal de Santarém e pela Cul.Tur -  Empresa Municipal de Cultura e Turismo de Santarém -  “vão ser totalmente suportadas pelos patrocínios angariados pela Cul.Tur”, garantindo que “o evento não vai custar nada aos cofres da autarquia”.

As entradas são gratuitas.

Pode saber tudo sobre o certame em www.saojose.cm-santarem.pt.

O novo horário de visitas ao castelo de Almourol, no concelho de Vila Nova da Barquinha, entra em vigor a partir de quinta-feira, dia 1 de Março.

Este monumento nacional situado numa ilhota mesmo no meio do rio Tejo, sob tutela do Ministério da Defesa, passa a encerrar à segunda-feira. Até ao próximo dia 31 de Outubro, o castelo pode ser visitado todos os dias (excepto às segundas) entre as 10 e as 13 horas, e as 14h30 e as 19h30.

Os bilhetes custam 2 euros por pessoa. Entre 1 de Novembro e 28 de Fevereiro, passa a funcionar em horário de Inverno e a encerrar às 17h30.

“O bilhete para a passagem fluvial dará também acesso à ilha e ao castelo, sendo que os visitantes da ilha de Almourol provenientes das descidas de canoa terão a partir de agora de adquirir um ingresso para visitar o monumento”, explica uma nota de imprensa da Câmara da Barquinha. “Os preços também sofrem uma actualização, mantendo-se as duas opções para visitar a ilha e o castelo: os passeios fluviais com partida do cais de Tancos, ou a passagem com partida do cais junto ao castelo.

Os preçários, os horários e a restante informação podem ser consultados na página da Internet da Câmara de Vila Nova da Barquinha, em www.cm-barquinha.pt.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 609 visitantes e 0 membros em linha