PUB

chamusca covid

PUB

cms fiqueemcasa


Santarém vai dar as boas vindas a 2013 em moldes diferentes dos anos anteriores, desta feita com festa rija no Jardim da República e no Convento de São Francisco.

O Convento vai ser palco de um jantar de "reveillon" a partir das 20h30, com música ao piano por Luís Duvalle e Alexandre Caipira, e com uma ementa composta por espetada de gambas flamejada em mel, bacalhau e lombinho de novilho, acompanhados por vinhos do Tejo.

Na sala anexa, realiza-se uma festa glamour dos anos 80.

Pedro Melão, no coreto do Jardim da República, e o DJ Kiká, junto ao portão do convento, são os responsáveis pela animação no espaço exterior, de onde os scalabitanos poderão assistir a um espectáculo de fogo-de-artifício, à meia noite.

O ingresso para o jantar dá ainda direito a entrada em todos os locais da festa, na discoteca Respública, situada na Praça do Município, e ao estacionamento privativo na antiga Escola Prática de Cavalaria.

A organização, a cargo do El Galego, do Respública, Barvila e da empresa municipal Viver Santarém, preparou ainda um serviço de babysitting, com actividades lúdicas e zona de dormida para as crianças.

Todas as informações sobre preços e reservas podem ser obtidas através do número 911 117 898.


O Centro de Investigação Professor Doutor Veríssimo Serrão (CIJVS) e Instituto de Cultura Europeia e Atlântica (ICEA) celebraram um protocolo de cooperação cultural e desenvolvimento de projectos comuns na quinta-feira, 20 de Agosto.

Com este acordo, as duas instituições, ambas impulsionadas por Joaquim Veríssimo Serrão, comprometem-se a organizar e promover acções de divulgação cultural, promovendo, patrocinando ou apoiando actividades não só das partes cooperantes, mas também de outras entidades.

Nos portais da Internet, serão difundidas as publicações e conteúdos das duas entidades e o acesso será prioritário e privilegiado para as pessoas indicadas por qualquer das partes aos espaços e às actividades promovidas.

O director do CIJVS, Martinho Vicente Rodrigues, aproveitou a cerimónia de assinatura do protocolo, onde esteve também José Luis Freitas, presidente do ICEA, para anunciar que outros protocolos estão na calha, nomeadamente com Espanha já em Janeiro do próximo ano, seguindo-se depois o Brasil.

Este dia ficou ainda marcado por uma visita ao professor Joaquim Veríssimo Serrão, durante a qual o Instituto de Cultura Europeia e Atlântica lhe atribuiu o título de presidente honorário da instituição. 


A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) está a desenvolver um projecto pioneiro na região que visa obter a "Certificação Herity" para 22 bens culturais, dois por cada concelho que compõem actualmente este organismo.

O objectivo é, segundo a CIMT, criar uma rede patrimonial integrada que assegure uma melhor gestão do património cultural e consiga a promoção do desenvolvimento da região do Médio Tejo.

A Herity, cujo nome resulta do acrónimo em inglês Heritage (Património) e Quality (Qualidade), designa a Organização mundial para a Certificação de Qualidade da Gestão do Património Cultural.

Para obter a certificação desta organização mundial, presente em países como a Itália, Espanha, Suécia, Reino Unido, República Checa, França e Turquia, entre outros, os bens culturais a certificar terão que ser sujeitos a um processo que avalia a percepção do bem cultural junto do público, o seu estado de manutenção e restauro, a informação transmitida ao visitante e a qualidade do acolhimento.

Esta organização, através desta certificação, pretende não só valorizar a informação que é prestada ao público que visita os monumentos, mas também incentivar os proprietários e entidades gestoras dos bens a apostar na sua conservação e manutenção.

Na CIMT, este processo está a decorrer no âmbito da execução do projeto intermunicipal “Afirmação Territorial do Médio Tejo”, e compreende a certificação dos seguintes 22 bens culturais:

- Abrantes: Igreja de São Vicente e Cineteatro São Pedro

- Alcanena: Museu da Aguarela Roque Gameiro e Centro de Ciência Viva da nascente do Alviela

- Constância: Museu dos Rios e das Artes Marítimas e Jardim Horto Camoniano

- Entroncamento: Museu Nacional Ferroviário e Igreja da Sagrada Família

- Ferreira do Zêzere: Igreja de Nossa Senhora da Graça e Torres de Dornes

- Mação: Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado no Vale do Tejo e Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

- Ourém: Castelo e Museu de Arte Sacra e de Etnologia de Fátima

- Sardoal: Centro Cultural e Igreja de São Tiago e de São Mateus

- Tomar: Sinagoga e Núcleo de Arte Contemporânea

- Torres Novas: Castelo e Villa Cardillio

- Barquinha: Castelo de Almourol e Igreja da Atalaia

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 995 visitantes e 0 membros em linha