PUB

chamusca natal

PUB

cimt slideshow

PUB

reino natal

PUB

elgalego 2019

banner coruche natal1

A Sociedade Recreativa Operária (SRO), uma das colectividades mais antiga de Santarém, comemorou no dia 27 de maio, domingo, o seu 97º aniversário.

Fundada em 1915, está filiada na Confederação das Colectividade de Cultura e Recreio desde 1949, e em 2002 foi-lhe atribuído pelo Concelho de Ministros o Estatuto de Utilidade Pública, sendo também uma colectividade sem fins lucrativos.

A data foi assinalada com um almoço de aniversário onde foram homenageadas alguns dadores benévolos de sangue, e o sócio Nº 1, que se tem distinguido pela sua dedicação e colaboração para com a colectividade. Foram ainda entregues prémios referentes aos torneios de Pesca, Damas, Sueca e Snooker.

O presidente em exercício da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, também esteve presente na cerimónia e manifestou o desejo que daqui a um ano, no 98º aniversário, as obras do Palácio Landal, onde fica a sede da SRO, já estejam concluídas. “O mais importante é recuperar a atividade que a Sociedade Recreativa Operária já teve e vai continuar a ter”, disse o autarca.

Em virtude das obras, a Sociedade Recreativa Operária está a funcionar provisoriamente na Rua Miguel, Bombarda, nº 12 em Santarém, instalações cedidas pela Câmara Municipal de Santarém.

A Câmara de Torres Novas vai atribuir um subsídio de quarenta mil euros à Festa da Bênção do Gado de 2012, apoiando também a iniciativa que se realiza em Riachos no aluguer e montagem de uma tenda, na cedência e instalação de sanitários amovíveis para o recinto de espetáculos e na isenção de licenças e taxas relativas às atividades do evento.

O protocolo entre o Município e a Associação Cultural Bênção do Gado foi assinado no dia 26 de maio, no Museu Agrícola de Riachos. Carlos Tomé, presidente da associação, considera que esta é uma “festa histórica, que diz muito à comunidade” e que “vai ter influência na vivência de Riachos e na vida económica da vila, com reflexos não só no comércio local mas também nas coletividades, que terão na festa uma fonte de financiamento”

O presidente da Câmara de Torres Novas, António Rodrigues, sublinhou o carácter especial do protocolo nos tempos difíceis que o pais atravessa mas justificou o apoio concedido, em detrimento da realização das habituais Festas do Almonda, dizendo que ao longo do tempo aprendeu a gostar da identidade e da dinâmica de Riachos. “O mérito dos riachenses é manterem e promoverem essa identidade e a Festa da Bênção do Gado é a forma mais genuína de o fazerem”, disse.

A edição de 2012 da Festa da Bênção do Gado realiza-se de 19 a 30 de julho em Riachos. Esta é uma festa eminentemente popular que retoma uma tradição rural cuja origem se perde na memória dos tempos. Do programa fazem parte atividades de diversa índole, que vão desde os espetáculos musicais até ao desporto, passando pelas exposições, tauromaquia e gastronomia.


O Orfeão de Abrantes está a organizar o XXI Encontro de Coros do Ribatejo, uma iniciativa cultural agendada para o próximo domingo, dia 3 de Junho, no Cineteatro S. Pedro, em Abrantes, a partir das 17 horas.

Já com mais de 20 anos, este encontro vai juntar os grupos corais de Abrantes (Orfeão de Abrantes), Tomar (Canto Firme), Torres Novas (ChoralPhydellius), Ourém (Chorus Auris) e Santarém (Scalabitano).

Fundada a 20 de Janeiro de 1929, o Orfeão de Abrantes é uma colectividade que tem, actualmente, três áreas de trabalho: a escola de música, o grupo de música tradicional Cant’Abrantes, e o grupo coral misto, que conta com 35 elementos e é dirigido pelo maestro Rui Picado.

Mais artigos...

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

anuncio2020

PUB

cmcartaxo natal

PUB

PUB

politeama rainhadaneve

Quem está Online?

Temos 371 visitantes e 0 membros em linha