PUB

chamusca ilha

PUB

reino natal


"O Crime da Aldeia Velha", escrito por Bernardo Santareno a partir da história verídica de uma mulher que foi queimada viva, é a peça que o Centro Cultural do Cartaxo (CCC) vai colocar em palco entre os dias 16 e 19 de Novembro, sempre às 21h30.

Depois do sucesso alcançado pela peça "Um Marido Ideal", este é o segundo projecto de teatro comunitário que o CCC e a Área de Serviço - Projecto de Criação Teatral estão a desenvolver no Cartaxo, onde os actores são todos amadores e entusiastas das artes de palco, que ainda dão uma ajuda no guarda-roupa, na produção do cenário e em tudo o mais que for necessário.

"O Crime da Aldeia Velha" vai ser representado por cerca de 50 elementos, entre os 11 e os 71 anos, dos quais 15 têm um papel efectivo na peça, que já está em plena fase de ensaios.

"Apesar de ser feita com actores amadores, queremos sobretudo que seja um espectáculo de grande qualidade, como qualquer um que se vá ver a Lisboa. Tudo isto serve para mostrar que é possível fazer bom teatro com pouco dinheiro, mas com o empenho das pessoas", explicou Frederico Corado, encenador e um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento deste projecto.

"Ao contrário da primeira peça, que foi uma comédia ligeira, esta é bem mais exigente, é um drama de faca e alguidar, com muito sangue, gritos e desespero", acrescentou Frederico Corado, explicando que os actores enfrentam um desafio significativamente maior.

"O Crime da Aldeia Velha" conta a história de Joana, uma mulher acusada de bruxaria que foi queimada viva na fogueira em Marco de Canavezes, corria o ano de 1933, e que Bernardo Santareno dramatizou a partir dos escritos dos jornais da altura.

Sobre o autor scalabitano, Frederico Corado lamentou que "apesar de ser um dos grandes nomes do teatro português, seja tão pouco encenado", e sublinhou que o último dia da peça - 19 de Novembro - coincide precisamente com o aniversário do nascimento de Bernardo Santareno.

 

Nota:

A Rede Regional é parceira oficial deste projecto. Até à data da estreia, vamos acompanhar a par e passo o seu desenvolvimento e  evolução através de notícias, entrevistas, reportagens fotográficas, vídeos e passatempos, em colaboração com o Centro Cultural do Cartaxo e a Área de Serviço - Projecto de Criação Teatral.


"Moonrise Kingdom" e "The Darjeeling Limited", do genial realizador norte-americano Wes Anderson, são as duas próximas propostas do Cineclube de Santarém para esta semana.

"Moonrise Kingdom", obra que esteve nomeada para a Palma de Ouro do Festival de Cannes em 2012, passa na quarta-feira, 17 de Outubro, às 21h30, no teatro Sá da Bandeira, ao passo que "The Darjeeling Limited" será projectado no sábado, dia 20, também às 21h30, no Fórum Actor Mário Viegas, com estradas livres e seguido de tertúlia com o público.

Celebrizado sobretudo desde que lançou "The Royal Tenenbaums", em 2001, filme que lhe valeu muitos aplausos da crítica especializada, Wes Anderson tem sido descrito como um dos mais promissores realizadores de uma nova corrente cinematográfica nos EUA, e reconhecido pela sua capacidade em desconstruir as relações humanas a partir da construção de enredos e personagens invulgares.

Várias centenas de pessoas, das mais distintas idades, participaram no fim de semana de 29 e 30 de Setembro, na V Convenção Nacional de Jogos Tradicionais, que se realizou em Rio Maior e Santarém.

A iniciativa envolveu um Fórum Científico, demonstrações e Feira dos Jogos Tradicionais e Quadro Competitivo dos Jogos da Malha, Damas, Dominó e Sueca, repartidos pelas duas cidades, onde diferentes gerações conviveram e ficaram a conhecer melhor jogos como o pião, o dominó, a petanca, o burro ou o saco, entre mais de 20 jogos diferentes que foram exemplificados.

O Quadro Competitivo contou com 300 participantes, distribuídos por cerca de 100 equipas, oriundos de concelhos tão distintos como Rio Maior, Torres Novas, Matosinhos, Gaia, Gondomar, Aveiro, Almeirim, Alpiarça, Évora, Estarreja, Marinha Grande, Abrantes, Setúbal e Lisboa, entre outros.

No Fórum Cientifico, realizado no dia 29, em Santarém, as Escolas Superiores de Desporto de Rio Maior, Agrária, Saúde e Educação de Santarém, e a Federação das Colectividades de Cultura, acordaram realizar um protocolo conjunto com vista à investigação, divulgação e promoção dos jogos tradicionais na região.

A convenção foi organizada pela Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura Recreio e Desporto, pela Federação das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto do Distrito de Santarém e pela União das Colectividades e Associações de Torres Novas. O objetivo passou por demonstrar a importância que os jogos tradicionais tiveram no passado, lembrando que a sua divulgação e preservação é fundamental, uma vez que este tipo de jogos fomentam a confraternização e o convívio.

Mais artigos...

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

politeama rainhadaneve

PUB

Quem está Online?

Temos 477 visitantes e 0 membros em linha