PUB

chamusca ja te dou o arroz

PUB

insantarem

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos organiza de 13 a 29 de setembro, a sexta edição das Jornadas de Cultura do Concelho de Salvaterra de Magos arranca esta sexta-feira, 13 de setembro, com um programa que visa dar a conhecer a história e a identidade do concelho através da dinamização de um vasto conjunto de atividades de índole cultural.

Slide thumbnail

Música barroca, exposições, noite de fados, visita aos Concheiros de Muge, Mundus Glória Fest, publicação de livro infantil e da Revista Magos, lançamento do livro “O Marquês que desafiou a Morte”, e reedição do livro “O Falar da Glória do Ribatejo” são algumas das iniciativas programadas.

A música irá abrir esta 6ª edição, no dia 13, na Igreja Matriz de Salvaterra de Magos (21h00), com a presença da violinista Natália Juskiewicz acompanhada por Rodolfo Godinho (guitarra portuguesa) e Eduardo Lemos (viola de fado), Patrícia Modesto (Soprano), Joana Diniz da Fonseca (Mezzo Soprano), Augusto Bachera (guitarra clássica).

Também nessa noite será apresentado o livro "O Marquês que Desafiou a Morte" de Fernando de Almeida e Vasconcellos, um romance histórico que decorre no século XIX, abordando a forma como se encarava a política em Portugal nesse período e dando especial enfoque à vivência da família real em Salvaterra de Magos.

A Falcoaria Real volta a ser palco do lançamento do sexto livro infantojuvenil editado pela Câmara Municipal. “Niki e Vicky – Assalto em Salvaterra” da autoria de Thereza Ameal com ilustrações de Miguel Cardoso, será apresentado no sábado, 14 de setembro, pelas 16h00.

O livro é de distribuição gratuita a todas as crianças presentes, no entanto a autarquia imprime todos os anos um cariz solidário à iniciativa, sugerindo que o mesmo possa ser trocado por uma embalagem de cereais que será depois distribuída através do projeto municipal “Loja Social”.

Na Galeria de Exposições da Falcoaria Real será inaugurada, também no sábado (16h00), “TIRÉE PAR … A Rainha Dona Amélia e a fotografia", uma exposição que teve como fonte principal a coleção de fotografia do Museu-Biblioteca da Casa de Bragança e a coleção do Palácio Nacional da Ajuda, com o objetivo de celebrar os 150 anos do nascimento da Rainha D. Amélia (2015). Será também uma forma de assinalar os 115 anos da inauguração da Ponte Rainha D. Amélia, que une os concelhos de Salvaterra de Magos e do Cartaxo.

À noite (21h00), o fado volta a marcar presença no pátio exterior da Falcoaria Real, com a presença de Buba Espinho e Beatriz Felício, acompanhados pelos músicos Bernardo Romão e Bernardo Saldanha, com a presença do saxofonista Ricardo Viegas. Haverá também uma homenagem, por parte da Câmara Municipal, ao fadista natural de Salvaterra de Magos, João António Travessa.

Saiba mais AQUI.



banner comer em casa

 

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

salvaterra jornadas cultura

PUB

Quem está Online?

Temos 1080 visitantes e 0 membros em linha