PUB

app chamusca

PUB

insantarem

A vila do Sardoal vai reviver uma das mais antigas manifestações religiosas do concelho no próximo dia 9 de junho, com a realização da Festa do Espírito Santo, ou Festa do Bodo.

Slide thumbnail

Realizada 50 dias após a Páscoa, esta festa integra uma missa ao ar livre na Praça da República, às 10 horas, seguida de uma procissão até ao Convento de Santa Maria da Caridade, às 11 horas, em que 20 jovens vestidas de branco, enquanto símbolo de pureza, transportam à cabeça os tabuleiros com o pão benzido na eucaristia.
As jovens diferenciam-se pelas cintas coloridas que envergam, existindo quatro cores, uma por cada freguesia do concelho, num cortejo onde são integrados outros figurantes envergando trajes usados no Sardoal em finais do século XIX.
A procissão culminará com um almoço convívio no Convento de Santa Maria da Caridade, pelas 12h30.
Segundo uma nota de imprensa da Câmara do Sardoal, a Festa do Espírito Santo já se realizava antes de 1470.
Em 1935, sofreu um interregno, tendo sido retomada pela autarquia e pela paróquia em 1995, numa perspetiva mais vasta, moderna e de defesa dos valores culturais do Concelho, mas por motivos vários voltou a ser interrompida em 2008.
A anteceder a iniciativa, o Centro Cultural Gil Vicente vai acolher a conferência “As Festas do Espírito Santo: origens e viagens”, por Ilda Januário, no dia 8 de junho, às 16 horas.

 



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 490 visitantes e 0 membros em linha