As cerimónias de evocação a Ruy Belo, que em 2011 trouxeram Maria Cavaco Silva a São João da Ribeira para o descerramento do busto que imortaliza o poeta junto à Junta de Freguesia da aldeia que o viu nascer, têm este ano como ponto alto a inauguração de um painel de azulejos.

A efeméride assinala-se na segunda-feira, 27 de Fevereiro (data do 79º aniversário do seu nascimento), pelas 11h30, depois de uma passagem pelo cemitério de São João da Ribeira.

Considerado um dos poetas mais importantes da segunda metade do século XX, Ruy Belo foi também professor universitário e ensaísta.

Faleceu a 8 de Agosto de 1978.

As várias homenagens que a Câmara Municipal de Rio Maior e a Junta de Freguesia de São João prestam ao poeta arrancam no sábado, 25 de Fevereiro, com o “recital Ruy Belo”, com Fernando J. B. Martinho e Pedro Lamares, às 21h30, no cine-teatro municipal.

No domingo, pelas 15h30, a actividade que dá voz aos poetas populares “Chá e Poesia”, do pelouro da cultura da autarquia, decorrerá na antiga escola primária de São João da Ribeira, sob o tema “Evocação a Ruy Belo”. Na segunda-feira, às 17 horas, o artista riomaiorense Cris Neves inaugura uma exposição de grafiti na biblioteca municipal.