PUB

chamusca paulo betti

PUB

cms generico

A edição de 2012 do Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo vai colocar frente a frente 118 vinhos. A competição decorre nos dias 26 e 27 de Abril no Centro de Promoção Vitivinícola do Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo.

Os 36 produtores da região que estarão representados no concurso organizado pela Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo), vão disputar a atribuição da medalha mais cobiçada – a de excelência – galardão reservado aos vinhos das categorias ‘Tranquilos’, ‘Espumantes’, ‘Frisantes’ e ‘Licorosos’ que obtiverem as mais altas pontuações do júri.

Após avaliação em regime de prova cega, o painel de jurados, composto por reputados enólogos e jornalistas especializados em vinhos, vai também, de acordo com as pontuações obtidas, atribuir medalhas de prata, de ouro e excelência.

Cada produtor poderá levar a concurso um máximo de 8 vinhos diferentes, sendo que todos deverão, obrigatoriamente, possuir a designação DOP DoTejo ou IGP Tejo.

À semelhança das duas primeiras edições a organização do ‘III CVET’ está a cargo da CVR Tejo com a parceria da Confraria Enófila Nossa Senhora do Tejo e apoio do Município do Cartaxo.

A 5ª edição do "Scalabis" – festival de tunas femininas da cidade de Santarém realiza-se no próximo dia 5 de Maio, às 21 horas, no teatro Sá da Bandeira.

A disputar os vários prémios, entre os quais o que vai distinguir a melhor tuna, vão estar a “Tfist”, do Instituto Superior Técnico, a “Tafué”, da Universidade de Évora, a “Tun’Obebes”, da Universidade do Minho, e a “Tuna Com Elas”, da Universidade dos Açores.

A organização é da “Tufes”, a Tuna Feminina Scalabitana da Escola Superior de Educação de Santarém, e o espectáculo inclui ainda, fora do concurso, as actuações da “Feminis Ferventis”, a Tuna Académica Feminina da Universidade do Algarve, e da “Bagatuna”, a Tuna Masculina da Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

A escola de triatlo do Clube de Natação de Torres Novas (CNTN) obteve excelentes resultados no I duatlo jovem da Amora, uma prova pontuável para o circuito regional jovem da zona sul, que se disputou no sábado, 21 de Abril.

Os atletas torrejanos marcaram presença em todos os pódios nos respectivos escalões, com destaque para os resultados de Julian Espinoza, que venceu em infantis, de Miguel Ramos, vencedor em iniciados, e Pedro Coelho, medalha de ouro em juvenis. Joana Miranda alcançou o segundo lugar em iniciados, ao passo Duarte Santos (benjamins), Mariana Correia (iniciados) e André Cruz (juvenis) conseguiram o 3º lugar nos seus respectivos escalões e géneros.

A prova de lazer foi ganha por Raquel Espinoza, mãe de Julian Espinoza.

“Como construir uma estátua viva” é o nome do workshop destinado aos alunos do 2º ciclo das escolas dos concelhos de Tomar, Ferreira do Zêzere e Barquinha que queiram participar activamente no festival de estátuas vivas de Tomar, que este ano decorre nos dias 14, 15 e 16 de Setembro.

As inscrições estão abertas até dia 4 de Maio nos centros de recursos dos próprios estabelecimentos de ensino, e a formação, com a duração total de 10 horas, decorre no fim-de-semana de 19 e 20 de Maio, com um máximo de 20 participantes.

O workshop será ministrado por António Santos, mais conhecido por “Staticman”, o maior especialista e introdutor desta arte em Portugal, que este ano assinala os seus 25 anos de carreira.

Esta iniciativa é aberta aos jovens estudantes dos concelhos de Ferreira do Zêzere e Barquinha porque a edição deste ano do festival, organizado pela associação Máquina do Tempo, vai estender-se a dois locais templários fora de Tomar, a vila de Dornes e o Castelo de Almourol.

A equipa de sapadores florestais do Sardoal concluiu na primeira quinzena de Abril uma acção de limpeza da ribeira da vila, na distância de um quilómetro entre a zona do Talagenal e a ponte do Chafariz das Três Bicas.

A intervenção teve um custo de 5 mil euros, suportada pela Câmara Municipal do Sardoal, e incluiu trabalhos de limpeza do leito, desobstrução das linhas de água, regularização dos caudais e remoção do entulho, que foi depois queimado e triturado.

Segundo uma nota de imprensa da autarquia, esta acção visou “prevenir os assoreamentos e melhorar a qualidade e quantidade de água, dado que nas margens da Ribeira se vem notando um regresso às hortas por parte de muitos sardoalenses”.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 533 visitantes e 0 membros em linha