PUB

chamusca covid

PUB

banner cms vamostodosficarbem

O museu escolar do concelho do Cartaxo, que se localiza na freguesia de Vale da Pinta, vai assinalar o seu 3º aniversário no próximo dia 1 de Junho com a apresentação de um novo instrumento educativo e de uma publicação sobre o espaço museológico.

A sessão solene está marcada para as 14h30, no salão nobre da Junta de Freguesia de Vale da Pinta, durante a qual vai decorrer a se a apresentação do novo instrumento educativo do museu, no âmbito do projeto “DESATEI (A) TE”, da autoria de Ana Silva, seguida da apresentação da obra “Museu Escolar – Um Projeto Comunitário”, da autoria de Carla Neves, criada no âmbito dos Cadernos Museológicos da Educação e Infância, da Escola Superior de Educação de Santarém.

Por se assinalar também o dia mundial da criança, o museu dinamiza, a partir das 10 horas, várias actividades dedicadas aos mais novos, e que incluem insufláveis, jogos coletivos e jogos tradicionais, entre outros.

“O Estendal 2, Os Bons Lobos Maus” é o nome da peça que a oficina de teatro juvenil “AN!MAL” do Círculo Cultural Scalabitano apresenta no palco do teatro Sá da Bandeira, em Santarém, no dia 2 de Junho, às 16 horas.

O espectáculo, que se insere nas comemoração do dia mundial da criança (1 de Junho), é construído a partir de uma história original de Joana Oliveira, com encenação de Francisco Selqueira.

Nuno Serra, deputado do PSD eleito pelo círculo de Santarém, vai coordenar um grupo de trabalho da Comissão Parlamentar de Economia criado para analisar a situação da produção nacional face à grande distribuição.

Este grupo de trabalho, constituído após uma proposta do CDS/PP, terá como principal missão perceber a forma como os produtos nacionais chegam ao mercado, como são formados os preços, qual é a quota de mercado da grande distribuição, ou como é feito o licenciamento das grandes superfícies, entre outras questões.

Nas últimas semanas, sobretudo desde a célebre promoção que o Pingo Doce realizou no dia 1 de Maio, os produtores nacionais têm vindo a público com queixas e denúncias de situações de abuso por parte das grandes cadeias de hipermercados que operam em Portugal.

Depois do município de Mação, a Câmara Municipal do Sardoal vai enviar um protesto à Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) por falhas na recepção do sinal da Televisão Digital Terrestre (TDT).

“São inúmeras as queixas e reclamações que se têm avolumado, oriundas de munícipes indignados pela situação e pelos prejuízos causados, tanto mais, que muitos deles, em tempo oportuno adquiriram televisores com tecnologia compatível para o efeito ou aparelhos TDT descodificadores”, explica uma nota de imprensa da autarquia, que adianta que o protesto a formalizar junto da entidade reguladora foi aprovado por unanimidade na reunião de Câmara do passado dia 23 de Maio.

Alcaravela, Valhascos e Santiago de Montalegre são exemplos de localidades do concelho onde “o sinal de televisão praticamente não existe”, ao passo que noutras aldeias o acesso ao sinal é insuficiente e irregular, funcionando em alguns casos, entre duas a quatro horas diárias, por vezes com interferências e com más condições de som e imagem”, denuncia a autarquia, exigindo que “sejam tomadas pelos operadores, com urgência, as medidas adequadas para reposição da normalidade”, considerando que a situação “é injusta e incompatível com a lei.”

A Comissão de Utentes de Saúde do Médio Tejo (CUSMT) está a organizar uma manifestação em defesa do Hospital de Tomar que se realiza no sábado, 2 de Junho, a partir das 18 horas.

A concentração popular vai fazer-se na Praça Dr. Raul Lopes, seguida de um desfile até à Praça da República, onde termina esta jornada de luta que congrega também outras comissões de utentes e autarcas de várias freguesias que se quiseram associar ao protesto.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

PUB

ctx covid 19

PUB

Quem está Online?

Temos 535 visitantes e 0 membros em linha