chamusca carmen theobanner-cortes-e-lendas

Sociedade

salvaterramugecerimoniacombatentes

Cerca de 200 pessoas, na sua maioria ex-combatentes, reuniram-se este sábado, 22 de abril, junto ao cemitério de Muge para a inauguração do monumento de homenagem aos combatentes desta freguesia do concelho de Salvaterra de Magos.

O monumento “não apaga a dor dos combatentes e das suas famílias, mas é um permanente reavivar da memória de todos, para que tenhamos consciência da necessidade imperiosa de evitar a guerra”, afirmou durante a cerimónia o presidente da Junta de Freguesia de Muge, César Diogo.

“Honrados sejam os que ergueram a bandeira e lutaram pela pátria” é a frase em destaque neste memorial, onde podem ainda ser observados dois painéis distintos em azulejo pintados à mão.

Um dos painéis espelha uma força militar numa cerimónia do hastear da bandeira nacional, ao passo que o outro tem a própria bandeira nacional, para além da gravação a jato de areia, numa pedra em granito, dos brasões da Liga dos Combatentes, da Junta de Freguesia de Muge e da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos.

Carlos Pombo, o presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, enfatizou o facto dos muitos jovens terem regressado das suas obrigações militares com traumas, e aproveitou o momento para evocar as mulheres que “viram partir os seus entes queridos, maridos, noivos, irmãos, pais, netos e acima de tudo, os seus filhos”.

O pequeno João Pedro, de 9 anos, encerrou a cerimónia com a leitura do poema “Da Flor e Da Música”, da autoria do Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues, antes de um almoço de confraternização na sede da Associação Columbófila de Muge.

pspfotoutiltransito

A PSP efetuou um total de 12 detenções na sexta-feira e no sábado, dias 21 e 22 de abril, a sua maioria relacionadas com infrações graves ao Código da Estrada.

Em Torres Novas, durante uma operação de controlo de trânsito, foram detidos seis automobilistas, com idades entre os 32 e os 52 anos, por terem sido apanhados ao volante com taxas de alcoolémia entre os 1,42 e os 2,44 g/l de álcool no sangue.

Em Tomar, foram detidos mais três homens, um de 51 anos por ter sido apanhado a conduzir com uma taxa de 1,48 g/l, um jovem de 18 anos que tinha na sua posse haxixe suficiente para 120 doses individuais, e um individuo de 27 anos sobre quem pendia mandado de detenção e condução pelo tribunal da Tomar, para comparência a ato processual.

Em Santarém, a polícia apanhou um jovem de 22 anos a conduzir sem carta, e deteve outros dois homens, ambos de 31 anos, por terem sido emitidos mandados de detenção e condução pelo tribunal de Santarém para atos processuais.

Segundo um comunicado de imprensa do Comando Distrital de Polícia de Santarém, durante as referidas 48 horas, foram fiscalizadas e controladas por radar 1766 viaturas de diferentes categorias, tendo sido efetuados 112 testes de verificação de alcoolemia no sangue e apreendido um veículo.

coruchesaborestoirobravo

Entre os dias 28 de abril e 1 de maio, a praça de toiros de Coruche vai estar transformada num restaurante gigante especializado em servir a melhor carne de novilho, durante a 14ª edição dos sabores do toiro bravo.

Lombo do touro bravo, espetada de bezerra em pau de louro verde, rabo de boi estufado ou bife de touro bravo recheado são algumas das propostas deste certame gastronómico, que, à semelhança dos anos anteriores, espera atrair milhares de visitantes à capital do Sorraia.

“O Farnel”, “Sabores de Coruche”, “Jakim Girassol”, “A Tasca”, “O Choupo” e “Fonte de Pau” são os seis restaurantes que servir as iguarias ribatejanas no interior da praça de toiros da vila.

A animação musical será itinerante e no horário das refeições, com os “Mó DasNossas”, “Salta-Pocinhas”, “Ruído à Portuguesa”, “Trio Tok’avakalhar”, “Pilha Galinhas” e as tocatas dos ranchos folclóricos de São José da Lamarosa e de Vila Nova da Erra.

Antes da inauguração do certame, que está marcado para dia28, às 18 horas, realiza-se uma conversa sobre o valor económico e gastronómico da carne de toiro bravo com a participação de especialistas da área, no auditório do futuro núcleo rural de Coruche.

A animação taurina, que terá lugar durante as tardes de sábado e domingo, é da responsabilidade do grupo de Forcados Amadores de Coruche que este ano organiza demonstrações de pegas, tendo como convidado o Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Moita, e lança o desafio a todas as tertúlias de Coruche para uma prova de “burricadas”, que passa pela prática de jogos tradicionais de perícia.

No dia 1 de maio, a praça de toiros acolhe durante todo o dia uma demonstração de equitação de trabalho, nas modalidades de maneabilidade e velocidade.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis