chamusca appmicromineiro slide

Sociedade

mediotejovigilancia

Os municípios da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) já começaram a instalar Torres de Videovigilância de Apoio à Decisão (TVAD) para detetar precocemente o surgimento de incêndios florestais.

Até ao momento, já estão colocados três de uma candidatura para 12 torres, a submeter a fundos comunitários do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, na medida dos serviços para “Fornecimento, Instalação e Monitorização de um Sistema de Acompanhamento Remoto e Apoio à Decisão Operacional”.

Estão já operacionais, segundo uma nota de imprensa da CIMT, no Comando Distrital de Operação e Socorro (CDOS) de Santarém, a Torre de Serra d’Aire (concelho de Alcanena), Alburitel (Ourém), Ferreira do Zêzere e Santa Marta (Alcanena), o que corresponde à primeira fase deste projeto.

As segunda e terceira fases preveem a instalação de mais nove TVAD em Santa Marta, Abrantes, Bando dos Santos, Cabeço Óbidos, São Macário e São Facundo, que ficarão operacionais nos CDOS de Santarém e Castelo Branco.

A conclusão da segunda fase está prevista para finais de julho, e a terceira fase dura até novembro de 2017, segundo a mesma nota, onde se lê que o investimento total previsto ronda os 745 mil euros, com 632 mil euros assegurados por fundos do POSEUR.

“Este sistema de acompanhamento remoto de apoio à decisão operacional de combate a incêndios permitirá uma gestão mais eficiente dos ativos e tem como objetivo a ampliação e modernização da rede de vigilância e aquisição de dados do sistema integrado de videovigilância para a prevenção de incêndios florestais, já implementados (CICLOPE) nos CDOS da área de abrangência do Médio Tejo”, conclui a mesma nota da CIMT.

agressao

Um homem, suspeito do crime de violência doméstica sobre o pai, foi levado a tribunal na quinta-feira, 22 de março, para primeiro interrogatório judicial, tendo ficado sujeito a termo de identidade e residência, apresentação periódica bissemanal no posto da GNR da área de residência, proibição de contactos por qualquer meio com a vítima e proibição de entrar na residência desta, para além de, com a concordância do arguido, este se sujeitar a tratamento da dependência alcoólica.

Segundo a Procuradoria do Ministério Público do Tribunal de Santarém, os factos ocorreram em Pontével, no dia 21 de junho e consistiram em agressões físicas e verbais de grande violência face ao estado debilitado da vítima, pai do arguido, que sofre de doença cujo tratamento de quimioterapia lhe provoca ausência de força muscular e cansaço acentuado sem dispêndio de grande esforço físico.

De acordo com a mesma fonte, "sobre idênticos factos, ocorridos em 29 de julho de 2016, corre um outro inquérito no DIAP, o qual foi objeto de apensação por haver conexão subjetiva".

As medidas acima indicadas já foram deferidas pelo juiz de Instrução Criminal e a investigação encontra-se a cargo da GNR.

santaremalcanhoesduarteantunes

A padaria “Pão Caseiro Duarte Antunes”, em Alcanhões, no concelho de Santarém, vai levar pão e algumas embalagens de leite aos habitantes das aldeias afetadas pelo grande fogo de Pedrógão Grande, esta quarta-feira, 28 de junho.

Os responsáveis desta empresa familiar já entraram em contato com a Santa Casa da Misericórdia de Pedrógão Grande, que acolheu esta iniciativa solidária com bastante entusiasmo, e vai disponibilizar equipas de voluntários para acompanhar as carrinhas da padaria na distribuição gratuita, que será feita porta-a-porta.

A partida de Alcanhões está marcada para as 9 horas.

As duas carrinhas de distribuição da empresa vão levar 150 pães grandes de quilo, 200 bolas, 500 papo-secos e 204 embalagens de litro de leite, para entregar ao longo de todo o dia nas zonas mais afetadas pelas chamas.

Esta iniciativa solidária conta também com a colaboração de dois fornecedores da padaria, a Upacal e a Mopafil, dos Cafés Camelo, que forneceu o leite, e do posto de combustível da Prio Alcanhões, que oferece o combustível para a deslocação ao distrito de Leiria.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões