banner chamusca meninabambu

Sociedade

santaremtribunalfachdalateral

Um operador de máquinas agrícolas vai começar a ser julgado no Tribunal de Santarém por ter tentado violar uma filha da sua companheira na altura dos factos, que remontam a agosto de 2015.

O caso ocorreu numa zona de mato entre a Ribeira de Fráguas e Vale Marinhas, duas aldeias do concelho de Rio Maior, depois do arguido, de 29 anos, e a vítima, então com 15 anos, terem estado numa festa popular de Verão em Fráguas.

No regresso a casa, o homem desviou o carro para uma estrada de terra batida, conduzindo-o para um local isolado, com a desculpa de que ia procurar javalis.

Foi aqui que, segundo o despacho de acusação a que a Rede Regional teve acesso, o arguido tentou ter relações sexuais contra a vontade da jovem, depois de se deitar em cima dela no banco do pendura e de a ter forçado a tirar parte da roupa.

Ao resistir, a vítima foi agredida, tendo ficado ferida num lábio e com um hematoma numa coxa.

Perante os pedidos da menor para não lhe tirar a virgindade, o tratorista não conseguiu consumar o ato sexual e acabou por abandonar o local, dirigindo-se à casa onde ambos habitavam, numa aldeia próxima mas já no concelho de Santarém.

O relacionamento do suspeito com a mãe da vítima, de quem tem dois filhos menores, terminou assim que a jovem contou o caso à família, que apresentou queixa na GNR.

O arguido, que pediu ao Tribunal para que o julgamento fosse realizado à porta fechada, já esteve envolvido num caso de sequestro e tem registo criminal por violência doméstica contra menores.

ultima hora

A circulação ferroviária na Linha do Norte está a ser feita com fortes restrições desde as 22 horas desta quarta-feira, 18 de janeiro, devido ao atropelamento de dois cavalos que foram colhidos por um Intercidades na zona do Vale de Santarém.

Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro, os Bombeiros Municipais de Santarém foram acionados para local do acidente, às 21h57.

Em atualização.

GNR eletricidade coruche

A EDP, com o apoio da GNR de Coruche, desmantelou esta quarta-feira, 18 de janeiro, uma rede ilegal de “puxadas” elétricas que visavam o abastecimento de um bairro em Coruche.

De acordo com a guarda, a operação permitiu identificar e destruir 56 puxadas elétricas ilegais, apreender centenas de metros de cabo elétrico, detetar 16 infrações por falta de licenciamento e registo de canídeos e recuperar três painéis metálicos que tinham sido furtados da vedação de uma escola local.

A operação contou ainda com o apoio de militares do Destacamento de Intervenção de Santarém, do Núcleo de Apoio Técnico de Santarém e da Unidade de Intervenção.

Desert Challenge 2017