chamusca ensaiobambu

Sociedade

Ramiro Matos (à direita) ao lado da ex-bastonária da ordem dos Advogados, Elina Fraga

A Lista A, encabeçada pelo advogado Ramiro Matos, venceu esta sexta-feira, 13 de janeiro, as eleições para a Delegação de Santarém da Ordem dos Advogados, cujos novos órgãos sociais foram eleitos para o triénio 2017/2019.

Ramiro Matos foi assim reeleito para um segundo mandato como presidente da delegação, tendo como vogais da sua direção os também advogados Francisco Madeira Lopes, Cássio Martins Leitão, Helena Claro Victor, Sofia Martinho, Teresa Pinto Ferreira, Cristina Casanova Martins e Sandra Alexandre.

Nas eleições para a delegação de Santarém que contaram com o maior número de votantes até hoje (67), a lista de Ramiro Matos venceu a de Filipe Dionísio por 35 votos contra 31.

Pela primeira vez na história da organização, a lista vencedora é constituída por oito elementos, o que foi justificado pela busca de maior eficiência na prestação de serviços aos advogados e a diversificação de pelouros.

A área de intervenção e de tutela da Delegação de Santarém inclui ainda as delegações de Almeirim, Cartaxo e Coruche, formando assim o Agrupamento de Delegações de Santarém da Ordem dos Advogados, dirigido pelos membros agora eleitos.

Os cargos na Delegação de Santarém são desempenhados sem qualquer remuneração e a tomada de posse dos novos membros terá lugar nos próximos dias, em data a divulgar oportunamente.

abrantesVMERacidente

Um incêndio ocorrido este sábado, 14 de janeiro, num armazém de uma indústria de rações situada na Estrada Nacional 114, em Coruche, destruiu cerca de 900 toneladas de produtos para transformação.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, o alerta foi dado às 21h15 e as chamas só foram consideradas extintas às 3h26, apesar de terem estado no local cerca de 4 dezenas de operacionais dos bombeiros de Coruche, Salvaterra de Magos, Benavente, Samora Correia e Almeirim, apoiados por 15 viaturas.

entroncamentomilitarqueda

O soldado do Exército Português que caiu de um telhado no Regimento de Manutenção do Entroncamento, na passada quinta-feira, 12 de janeiro, continua internado no Hospital de São José, em Lisboa, em observação permanente.

O jovem, de 21 anos, sofreu um traumatismo craniano, fraturou a bacia e várias costelas, e tem ainda ferimentos graves nos rins, fígado e pulmões, tendo sido submetido a uma operação cirúrgica na sexta-feira.

O militar, que reside no concelho da Golegã, estava a realizar uma tarefa de manutenção no telhado de um pavilhão oficinal, quando caiu de uma altura de cerca de cinco metros.

Segundo a Rede Regional apurou junto de uma amiga da família, o soldado caiu dentro de um fosso mecânico, o que terá agravado os ferimentos.

Depois de ter sido assistido no local pela equipa do INEM da VMER do Médio Tejo, a vítima ainda passou pelo Hospital de Abrantes antes de seguir de urgência para S. José, com prognóstico bastante reservado.

O Exército Português já abriu um inquérito para apurar as causas do acidente e tem estado em contato permanente com a família, para acompanhar a evolução do estado de saúde do jovem.

Desert Challenge 2017