chamusca appmicromineiro keepcalm

Sociedade

torresnovasassociacaohumana

A Humana Portugal, uma associação sem fins lucrativos que se dedica à reciclagem roupa, recolheu durante o ano passado 75.220 quilos de têxteis usados no concelho de Torres Novas, através dos 22 contentores distribuídos no espaço público.

Uma parte das roupas que os torrejanos depositaram nos contentores é enviada para os centros de classificação da Humana Fundación Pueblo para Pueblo, em Espanha, ao passo que o restante é vendido para empresas de reciclagem.

Os recursos gerados pela associação com a gestão de têxtil destinam-se a programas de cooperação e ajuda social, um pouco por todo o mundo.

Uma vez que a recolha de roupa também tem uma vertente de proteção do meio ambiente, a associação estima que a roupa recolhida na área de abrangência do município de Torres Novas tenha evitado a emissão de 238,4 toneladas de CO2 para a atmosfera.

gnrapreendoes

A GNR deteve dois homens suspeitos de furtos em Minde, concelho de Alcanena, e identificou um homem em Muge, Salvaterra de Magos, suspeito de violência doméstica com recurso armas de fogo.

No primeiro caso, os militares do posto de Alcanena detiveram na aldeia de Covão do Coelho dois homens de nacionalidade ucraniana, com 25 e 35 anos, por furto de veículo, combustível e material de construção civil e mecânica automóvel.

Através de duas buscas, uma domiciliária e outra não domiciliária, a GNR recuperou um veículo furtado, seis bidões com combustível, e um grande número de ferramentas de obras e oficinas.

A operação, segundo um comunicado do Comando de Santarém da GNR, ocorreu no âmbito de uma investigação por furtos no distrito de Leiria, numa ação que contou com a colaboração do Núcleo de Investigação Criminal de Torres Novas.

No concelho de Salvaterra, os militares do posto territorial de Marinhais identificaram um homem de 53 anos, suspeito de ameaçar uma vítima de 51 anos, com armas de fogo.

Como medida cautelar, a GNR apreendeu-lhe três caçadeiras, uma pistola de 7,65mm, e 90 munições de diversos calibres.

algemado

Dois homens, ambos de nacionalidade argelina, foram detidos na terça-feira, 7 de fevereiro, em Torres Novas, por suspeita da prática do crime de falsificação de documentos de identificação.

Na sequência da detenção, os arguidos foram presentes pelo Ministério Público do DIAP de Santarém (secção de Torres Novas) a interrogatório judicial.

Segundo a procuradoria da Comarca de Santarém, "após promoção do Ministério Público, o juiz de Instrução Criminal decidiu aplicar-lhes a medida de coação de prisão preventiva, por entender que se verificava o perigo de fuga, de continuação da atividade criminosa e de perturbação da ordem e tranquilidade públicas.

A investigação prossegue, sendo o Ministério Público coadjuvado pela Polícia Judiciária.

Desert Challenge 2017