chamusca appTecfresh17

Sociedade

corucheacidentecouco

ATUALIZAÇÃO:

Um acidente que envolveu um pesado de mercadorias e dois veículos ligeiros perto do Couço, concelho de Coruche, provocou quatro feridos graves, entre eles uma criança de 10 anos, que tiveram que ser desencarcerados pelos bombeiros.

O sinistro ocorreu pouco antes das 15h30 desta quarta-feira, 11 de outubro, na Estrada Nacional 251, que esteve cortada ao trânsito enquanto duraram os trabalhos de socorro e de remoção das viaturas envolvidas.

As causas do acidente estão a ser apuradas pelo Núcleo de Investigação de Acidentes de Viação (NICAV) da GNR, mas tudo indica que terá ocorrido um primeiro embate lateral entre uma carrinha ligeira de mercadorias que seguia no sentido Coruche – Couço e o pesado, que se deslocava em sentido contrário.

O condutor da carrinha ter-se-á despistado de seguida, e embatido de frente no ligeiro que seguia atrás do camião, conduzido por uma mulher que transportava a criança de 10 anos.

Os quatro ocupantes destes dois carros ficaram encarcerados dentro das respetivas viaturas.

Um dos feridos do ligeiro de mercadorias foi transportado ao Hospital de Évora, ao passo que as restantes três vítimas deram entrada no Hospital de Santarém.

As operações de socorro envolveram 30 operacionais e 13 viaturas dos bombeiros de Coruche e Mora, apoiados pelas equipas da VMER do Hospital de Santarém e da SIV de Ponte de Sôr.

corucheacidentecouco02

 corucheacidentecouco03

A mulher suspeita de no dia 3 de outubro ter incendiado a mota do namorado, em Santarém, vai ficar em casa, sujeita a vigilância com pulseira eletrónica.

Segundo a Procuradoria de Santarém, a mulher, "fortemente indiciada" da prática de um crime de incêndio, já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de obrigação de permanência na habitação com vigilância electrónica apenas com a possibilidade de se deslocar para o emprego.

O Ministério Público e o Juiz consideraram "verificados os perigos de continuação da atividade criminosa e de alarme social, visto que os factos aconteceram no bairro do Choupal em Santarém e foram do conhecimento geral dos habitantes daquele bairro".

A suspeita, de 51 anos, ficou igualmente proibida de contactar com o companheiro.

"O veículo estava estacionado junto a uma habitação à qual se propagaram as chamas, colocando em perigo as pessoas que se encontravam no interior da casa. A ação dos bombeiros, no entanto, permitiu extinguir as chamas sem que as mesmas tenham causado quaisquer ferimentos", conclui a procuradoria.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

PJ detém mulher suspeita de incendiar mota do companheiro em Santarém

Mota incendeia-se e pega fogo a casa

A Câmara de Almeirim recebeu esta terça-feira, 10 de outubro, o visto do Tribunal de Contas para o avanço da terceira e última fase do projeto do Campus da Proteção Civil situado na zona industrial da cidade.

Segundo o presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, "este era o ultimo procedimento necessário para se iniciar a construção" do edifício onde passará a funcionar o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, atualmente a funcionar em instalações alugadas no Lezíria Retail Park, também em Almeirim.

O novo edifício do CDOS junta-se assim à Base da Força Especial de Bombeiros (Canarinhos) e à Unidade de Reserva Logística de âmbito nacional, que constituíram as duas primeiras fases do Campus da Proteção Civil de Almeirim e que já estão em funcionamento.

"E assim ficam sediados definitivamente cerca de 100 profissionais da proteção e socorro no nosso concelho", refere Pedro Ribeiro, explicando que a obra é uma parceria entre a Câmara de almeirim e a Autoridade Nacional de Proteção Civil com fundos comunitários a 95%.

"De relembrar que este CDOS servirá de modelo para todos as novas construções a realizar no País", conclui Pedro Ribeiro.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis