chamusca apptagus

Sociedade

incendio geral

Dois incêndios, nos concelhos de Alcanena e Santarém, mobilizam esta quarta-feira, 9 de agosto, mais de uma centena de bombeiros de várias corporações da região.

A situação mais complicada vive-se em Casais Robustos, freguesia de Moitas Venda, no concelho de Alcanena, onde, às 17h00, estavam 125 operacionais, apoiados por 38 viaturas terrestres e 2 meios aéreos.

As chamas deflagraram às 11h30 e estão a consumir uma zona de mato.

Em Romeira, no concelho de Santarém, foi dado alerta para um incêndio às 12h14. Vinte minutos depois estavam no local 24 operacionais, apoiados por 6 viaturas, que extinguiram as chamas cerca das 13h00.

EM ATUALIZAÇÃO

tomargalasolidaria

A praça de touros José Salvador, em Tomar vai receber a 3ª gala equestre Vítor Rodrigues no próximo dia 1 de setembro, uma iniciativa solidária que este ano se realiza a favor da Associação dos Bombeiros de Tomar.

A gala será um espetáculo de arte equestre, protagonizado na sua maioria por alunos da escola Mestre Vítor Rodrigues, que junta cavalos, cavaleiros, bailarinas, sevilhanas e fado.

Os bilhetes já estão à venda e têm um preço de 5 “pampilhos”.

Recorde-se que a primeira gala solidária foi realizada a favor do CIRE, em 2015, e a segunda, em 2016, angariou cerca de 7.400 euros para a Caritas de Tomar.

agua conduta

O presidente da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro, apela à população da cidade e da Tapada, afetadas há mais de 24 horas por falta de água potável nas torneiras, para que consumam "apenas o indispensável" de forma a que o problema fique resolvido mais rapidamente.

"Tendo em atenção a situação que estamos a viver, apelo para que o consumo seja o mais moderado possível. Só assim será possível ganhar pressão na rede e permitir que todas as pessoas acima do primeiro andar possam ter água", refere Pedro Ribeiro.

O autarca explica que se os consumos atuais se mantiverem em cerca de 140 m3 por hora esta situação vai demorar mais tempo a resolver. "Apelo á vossa sensatez e ao sentido cívico", completa ao autarca.

Num balanço feiro às 15h00, a empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, responsável pelo abastecimento e saneamento no concelho de Almeirim, informa que está garantido o abastecimento "em mais de 80 por cento dos locais de consumo na cidade de Almeirim e em toda a povoação da Tapada", localidade junto à Ponte D. Luís.

"Apenas nos prédios com mais de dois pisos existem ainda falhas e constrangimentos no abastecimento, especialmente nos andares acima do segundo piso. A AR prevê que a pressão possa normalizar nas próximas horas. Iremos continuar a fazer descargas nas condutas onde ainda persistem vestígios de areia", afirma a empresa.

NOTÍCIA RELACIONADA

Almeirim já tem água mas situação ainda não está normalizada

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões