chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

Sociedade

repavimentacao

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos e a empresa Infraestruturas de Portugal (IP) reiniciaram os trabalhos de repavimentação de mais um troço da EN367 em Marinhais.

Segundo a autarquia, desta vez avança a repavimentação pela IP de cerca de meio quilómetro da faixa de rodagem, que se junta à mesma extensão já realizada pela Câmara Municipal depois de concluída a construção de novos passeios e estacionamentos naquela via, entre a EN118 e a Estrada Militar.

É ainda previsível que a Câmara Municipal pavimente este ano o troço da Rua Joaquim Padeiro, na mesma localidade, compreendido entre a EN367 e a Rua das Maravilhas, onde está a ser concluída a construção de pluviais, passeios e estacionamentos, ascendendo a mais de 40 mil euros o revestimento betuminoso da faixa de rodagem.

A autarquia mantém igualmente a insistência junto da IP para a reabilitação dos troços ainda não intervencionados da EN367, entre a passagem de nível de Marinhais e Glória do Ribatejo, havendo a expetativa de tal vir a suceder em breve.

 aguas salvaterrra

A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo vai investir mais de um milhão e meio de euros em obras de saneamento em Salvaterra de Magos, dando assim resposta às solicitações daquela câmara municipal, que quer aumentar a população servida por saneamento básico naquele concelho.

Já adjudicada, no valor de mais de meio milhão de euros, e com início de obra prevista para o corrente mês de outubro, está a execução do subsistema de saneamento de Foros de Salvaterra, na rua 28 de março, rua da Restauração, rua Nova, rua dos Pescadores, que serve igualmente a Aldeia do Peixe, no Concelho de Benavente. Esta obra complementa a rede recentemente executada na Travessa da Pedreira, zona desportiva de Foros de Salvaterra e rua 1º de maio.

Numa fase adiantada de candidatura a fundos comunitários está a ampliação da ETAR e da rede de drenagem do subsistema de saneamento de Marinhais, que prevê a execução de cinco quilómetros de esgotos, com estimativa de custo de cerca de um milhão de euros e que permitirão finalmente pôr em funcionamento as redes das ruas das Noras e da Restauração.

Possibilitará ainda, se aprovada, servir troços com maior concentração habitacional nas ruas dos Bonitos, Alberto, Bate-águas, Casal, Eng. Francisco Tavares de Almeida, Galhota, Complexo Desportivo de Marinhais e ainda pequenos troços em falta na rua do Cartaxeiro, Estrada da Serra e rua Combatentes do Ultramar.

old ultima hora

ATUALIZADO ÀS 22H30

Os efeitos do furacão Leslie já se estão a fazer sentir no distrito de Santarém, com várias ocorrências, até ao momento sem grande gravidade.

As primeiras ocorrências registaram-se na parte sul do distrito, sobretudo com quedas de árvores nos concelhos de Santarém, Cartaxo, Coruche, Alpiarça, Salvaterra e Almeirim.

Nis últimos minutos já se registaram também quedas de árvores e inundações em Torres Novas e Abrantes, numa altura em que o vento continua muito intenso.

A proteção civil continua a recomendar que quem não necessite de andar na rua que fique em casa, de forma a evitar os perigos causados por possíveis quedas de árvores ou lençóis de água ma estrada.

No último balanço, pouco depois das 20h00, os dados apontam para que o furacão Leslie tenha perdido intensidade, mas ganho velocidade e mudado de trajetória, havendo a previsão de que passe na faixa entre Setúbal e Porto, um pouco mais a norte no que o inicialmente previsto.

O período mais critico está previsto para as 23h00 e as 4h00, mantendo-se o aviso vermelho em 13 distritos, nomeadamente Setúbal, Lisboa, Leiria, Coimbra, Aveiro, Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real, Castelo Branco, Viseu, Guarda e Santarém.

Nestes 13 distritos, há fortes preocupações com a queda de estrutura com problemas nas redes de transporte de energia elétrica e de comunicações, problemas causados pelo vento que poderá soprar com rajadas até 190 Kms/hora.

Em caso de necessidade, as pessoas devem utilizar o 112, sem no entanto sobrecarregar a linha de emergência com situações que não sejam urgentes ou de perigo.

 

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis