chamusca natalmicromineiro slide

IMAGEM DE ARQUIVO / ILUSTRATIVA

A GNR deteve esta semana um grupo suspeito de ser o autor de vários furtos de máquinas de tabaco e artigos religiosos em cemitérios, nos concelhos de Torres Vedras, Lourinhã, Cadaval, Alenquer e Santarém.

As detenções foram o ponto final de uma investigação que decorria há cerca de seis meses e que permitiu concluir que o grupo atuava de forma organizada e adotava como procedimento a pré-seleção dos estabelecimentos comerciais, arrombando as portas e levando as máquinas de tabaco e outros artigos e equipamentos, que depois desmantelavam e vendiam.

Segundo a GNR, foram efetuadas 14 buscas, onde foram apreendidos 84 maços de tabaco, sete armas de fogo e uma faca, um bastão extensível, nove televisores, 12 botijas de gás, três ‘tablets’, um computador portátil, duas consolas de jogos, um ciclomotor, 19 telemóveis, uma máquina fotográfica, vários eletrodomésticos, diversas ferramentas elétricas utilizadas na prática dos furtos e 1.810 euros em numerário.

Além das máquinas de tabaco, o grupo, formado por dois homens e uma mulher, entre os 25 e os 59 anos, é ainda suspeito de se dedicar a furtos de artigos religiosos em cemitérios, tendo sido igualmente apreendidas dezenas de figuras religiosas e de ornamentação.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves