chamusca natalmicromineiro slide

santaremwificentrohistorico01

Vários alunos das escolas secundárias Sá da Bandeira e Ginestal Machado juntaram-se esta sexta-feira, 30 de novembro, no Largo do Seminário para experimentar o acesso à Internet que a Câmara de Santarém colocou em 32 pontos do centro histórico da cidade.

Os estudantes foram convidados pela autarquia para o lançamento público do projeto “Free Wifi Santarém”, que decorreu sem problemas e com todos os presentes a conseguirem ligar-se à net sem dificuldades, passando a partir de agora a navegar à borla sempre que os seus dispositivos móveis estiverem conectados a esta rede.

santaremwificentrohistorico02O acesso gratuito “é não só para atrair mais jovens ao centro histórico, mas também para os turistas que visitam Santarém, e que serão em número bem maior durante o Verão”, salientou o presidente da Câmara de Santarém durante a apresentação do projeto.

Ricardo Gonçalves convidou ainda os estudantes a “espalhar a palavra” entre todos os seus amigos e frisou que a presença dos jovens pelas ruas da cidade é fundamental para dinamizar o centro histórico.

Para criar e disponibilizar esta rede, que significou um investimento de cerca de 56 mil euros, o município viu ser aprovada uma candidatura ao “Programa Valorizar”, que o financiou em 90% (cerca de 50 mil euros) através do Turismo de Portugal.

O autarca explicou ainda que não foi possível estender a rede de Internet gratuita a outros pontos da cidade precisamente por se tratar de um projeto financiado, que só suporta os custos da instalação em zonas classificadas como centros históricos.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves