chamusca bibliotecamicromineiro slide

gnr geral

Dois militares da GNR de Benavente foram agredidos na manhã desta quinta-feira, 20 de setembro, por um grupo de quatro homens, tendo mesmo recebido assistência médica devido às agressões sofridas.

Contactada pela Rede Regional, a comandante do Destacamento Territorial da GNR de Coruche, capitão Lígia Santos, revelou que todo começou cerca das 11h00, quando os militares foram chamados a uma ocorrência de desacatos num supermercado de Benavente.

Além de furtarem vários bens alimentares, os quatro suspeitos agrediram um motorista que estava a descarregar mercadorias no parque do estabelecimento comercial, o que levou a que a GNR tenha sido chamada ao local.

À chegada dos dois militares, e na sequência da abordagem aos suspeitos, estes, valendo-se da superioridade numérica, começaram a agredi-los a soco e pontapé, tendo posteriormente fugido do local.

A patrulha pediu reforços, tendo sido enviados cerca de uma dúzia de elementos de várias valências da GNR que estavam nos postos de Benavente e Samora Correia. Foi com este dispositivo “musculado” que, cerca das 11h30, os militares conseguiram deter os 4 homens junto à fábrica da Silvex, em Benavente.

Após contacto com o procurador do Ministério Público, os suspeitos, dois com 18 anos, um com 23 e outro com 26, todos residentes em Loures, no distrito de Lisboa, ficaram detidos e irão ser presentes esta sexta-feira, às 10h30, no Tribunal de Santarém, para primeiro interrogatório judicial.

Segundo a capitão Lígia Santos, os militares agredidos foram avaliados no Centro de Saúde de Benavente, apresentando apenas ferimentos ligeiros, nomeadamente escoriações e algumas nódoas negras.

A mesma fonte esclarece que os quatro agressores não estavam referenciados pela guarda, pelo menos no na área do Comando Territorial de Santarém.

 

SEGUNDO CASO NUMA SEMANA

Estas agressões são as segundas a agentes de autoridade no espaço de menos de uma semana. Como o nosso jornal avançou esta quarta-feira, na tarde de sábado, 15 de setembro, junto ao W Shopping, em Santarém, dois agentes da PSP foram chamados a intervir numa contenda que envolvia “dois grupos com mais de 10 pessoas” e ameaças a um dos seguranças do centro comercial, tendo sido agredidos.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis