chamusca ehtoiromicromineiro slide

bombeiros riomaior

IMAGEM DE ARQUIVO / ILUSTRATIVA

Vários elementos dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior (BVRM ) foram agredidos - verbal e fisicamente - na tarde deste sábado, 11 de agosto, na sequência de um acidente de viação ocorrido próximo do quartel da corporação, a que os operacionais foram chamados para prestar socorro a duas vítimas que apresentavam algumas queixas físicas.

O alerta do acidente, uma colisão entre duas viaturas, foi dado às 18h05 desde sábado, junto às bombas de combustível situadas próximo do quartel dos BVRM. Após chegarem ao local, já durante as operações de socorro, os bombeiros foram confrontados com a chegada de um familiar dos ocupantes de uma das viaturas, que começou a agredir o outro condutor.

Ao tentarem a calmar a situação, os bombeiros foram empurrados e ameaçados, e a chefe de serviço acabaria mesmo por ser agredida na cara e no corpo, tendo ficado coma farda danificada e sido levada ao centro de saúde de Rio Maior onde, cerca das 20h00, ainda estava a ser avaliada.

A GNR, cujo quartel fica a cerca de 500 metros, foi chamada ao local, mas como naquele momento a patrulha estava numa outra ocorrência, foi necessário chamar elementos do quartel do Cartaxo, tendo também sido acionada uma viatura e dois elementos do Destacamento de Trânsito e uma equipa do Destacamento de Intervenção do comando de Santarém.

Como não houve flagrante delito, uma vez que quando a GNR chegou já não presenciou agressões, os intervenientes foram identificados e o caso seguirá os seus trâmites normais.

O acidente provocou dois feridos ligeiros.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis