chamusca ehtoiromicromineiro slide

gnr alcanena

As obras de adaptação do edifício onde vai ficar o posto territorial da GNR de Alcanena iniciam-se esta terça-feira, 19 de junho, devendo estar concluído, se não houver atrasos, daqui a um ano, em junho de 2019.

As obras vão custar 357 mil euros (mais IVA), valor que no entanto ascenderá aos 426 mil euros (mais IVA) com a fiscalização e coordenação da segurança.

O novo edifício ficará em instalações municipais cedidas à GNR, situadas na Rua Salgueiro Maia, em Alcanena (Chões), substituindo o anterior posto, no cento da vila, que se encontra há vários anos num estado de degradação visível, sem qualquer conforto, chegando a chover no seu interior.

Na cerimónia de assinatura do auto de consignação dos trabalhos que se realizou este domingo, dia 17, a presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira, intercedeu junto da Secretária de Estado Adjunta e da Administração, Isabel Oneto, que estava a seu lado, no sentido do reforço do número de efetivos do posto de Alcanena.

A autarca informou ainda os presentes que, aquando da inauguração do novo posto, o município irá oferecer uma nova viatura que ficará ao serviço dos operacionais da GNR de Alcanena.

Fernanda Asseiceira recordou que este é um processo iniciado há 20 anos e com mais recuos que avanços, primeiro com a assinatura de um protocolo com o MAI, em 1998, que previa a construção de um novo edifício, documento que foi reafirmado em 2010, mas que nunca se concretizou.

Em 2013, o município fez um projeto para a requalificação do edifício onde se encontra o posto da GNR, na expectativa de poder candidatar a obra a fundos comunitários, o que acabou igualmente por não acontecer por não haver enquadramento para este tipo de projeto.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis