app chamuscamicromineiro slide

pj crime geral

A Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária (PJ) localizou e deteve dois homens, de 21 anos de idade, fortemente indiciados pela prática de crimes de roubo, sequestro e burla informática e nas telecomunicações.

Segundo a PJ, “os factos foram cometidos no dia 1 do presente mês, numa residência do concelho do Benavente, onde um dos presumíveis autores havia passado férias por alturas do Natal passado”.

DE acordo com a descrição, “tendo verificado a aparente riqueza mostrada na habitação”, o homem decidiu “levar a cabo um roubo, acompanhado do seu coautor”.

Os dois introduziram-se na casa e, “sob ameaça de arma de fogo, amarraram a proprietária, tendo roubado anéis avaliados em cerca de trinta mil euros, malas, um relógio e dois telemóveis, todos de topo de gama, bem como um cartão de débito, com o qual efetuaram vários levantamentos de dinheiro”.

A Polícia Judiciária viria a recuperar todos os objetos roubados, à exceção das malas, e apreendeu as armas de fogo utilizadas para a consumação do ilícito, assim como armas brancas proibidas, spray de gás paralisante e um rolo de corda idêntico ao utilizado para amarrar a vítima.

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial, no qual serão sujeitos à aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis