app chamuscacoruche ficor

 vieira silva chamusca

O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, esteve esta quarta-feira, 9 de maio, na Chamusca, para conhecer alguns dos mais recentes projectos da autarquia ribatejana na área do apoio social.

A visita do governante começou nos paços do concelho, onde o presidente do município, Paulo Queimado, começou por realçar as dificuldades e o esforço diário para atender a todas as necessidades sociais da população.

"No concelho da Chamusca (...) sentimos todos os dias as dificuldades do desenvolvimento dos territórios", disse o autarca, sublinhando a necessidade de encontrar formas de dar essa resposta não só às populações mas também às ambições dos autarcas para a sua terra e as suas gentes.

"A participação das pessoas e a sua capacitação é fundamental", afirmou Paulo Queimado, elogiando as instituições que, no terreno, apoiam os setores mais frágeis, nomeadamente na infância e terceira idade.

Já de visita à Feira Social, que está a decorrer no âmbito da Semana da Ascensão, Paulo Queimado e a vice-presidente Cláudia Moreira, responsável, entre outros, pelos pelouros da Educação e qualificação do potencial humano e da Ação social, conduziram Viera da Silva pelos vários espaços de projectos e instituições sociais do concelho.

Um dos destaques foi o projeto "Nylons & Popelinas, aqui nem os trapos são velhos", onde estão representadas associações, centros de apoio, universidades, academias seniores, bem como outras organizações sem fins lucrativos, e onde o objetivo é dar nome e rosto aos saberes que resultam em obras realizadas pelos utentes, alunos ou utilizadores das instituições, tendo sido criadas marcas de produto e respetiva imagem, com o apoio de designers voluntários que interagiram com as organizações, ao longo dos meses.

No final de um dia que tinha começado em Santarém, onde participou num debate sobre o envelhecimento da população, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social realçou "o lugar muito especial" que a economia social tem nas prioridades do Governo.

Vieira da Silva elogiou a autarquia pela organização da Feira Social, que considerou de "enorme importância e interesse" para reforçar a coesão social do concelho e para dar sustentabilidade e visibilidade ao "muito valioso" trabalho destas instituições.

 

Loja solidária inovadora reabre na próxima semana

chamusca loja social

A visita de Vieira da Silva à Chamusca terminou com uma espécie de pré-inauguração da nova loja solidária que vai reabrir para a semana no centro da vila.

Agora chamada "A Botica", a loja baseia-se num novo conceito que junta a necessidade de dar resposta às dificuldades de vestuário das famílias mais vulneráveis do concelho com uma boutique. "Não é um armazém onde estão roupas amontoadas mas temos novos conceitos vintage e de trocas, em que qualquer um de nós pode ir à loja solidária e trocar peças de roupa num conceito muito urbano", explicou Paulo Queimado, adiantando que o espaço funcionará com técnicos da área social e voluntários previamente selecionados.

Inauguração FICOR 2018, em Coruche - Fotos de João Dinis