banner jogos veraomicromineiro slide

chuva

O estado do tempo vai piorar nas próximas horas mas o distrito de Santarém vai passar ao lado das situações mais complicadas previstas pela meteorologia.

Apesar do Instituto Português do mar e da Atmosfera (IPMA) ter colocado sete distritos do continente sob aviso laranja este sábado devido à previsão de agitação marítima forte (ondas entre 5 a 6 metros, podendo atingir os 12), e de 12 estarem sob aviso amarelo devido à previsão de vento forte com rajadas de 80 quilómetros por hora, podendo atingir os 95 quilómetros nas terras altas entre as 18h00 de hoje e as 15h00 de sábado, não há qualquer alerta, para já, para o Ribatejo.

Esta situação de mau tempo deve-se à passagem da depressão Hugo, que está centrada a noroeste do arquipélago dos Açores e em deslocamento para leste, devendo afetar de forma mais direta o norte de Espanha.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do Norte e Centro do continente céu muito nublado, períodos de chuva fraca, tornando-se moderada a partir do final da tarde e passando a regime de aguaceiros no final do dia.

Na região Sul prevê-se céu geralmente muito nublado, períodos de chuva fraca a partir do meio da manhã, temporariamente moderada no final do dia, vento fraco a moderado do quadrante oeste, tornando-se a partir do final da tarde, moderado a forte, com rajadas até 70 quilómetros por hora, no litoral, e forte, com rajadas até 85 quilómetros por hora, nas terras altas.

Santarém será, juntamente com Faro, a cidade mais quente do país, com uma máxima prevista de 17 graus.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis