app chamuscamicromineiro slide

cheia tejo

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém alertou na manhã desta quarta-feira, 14 de março, para uma pequena subida dos níveis da água na bacia do Tejo e para o facto de o regresso total das águas ao seu leito normal ser lento, dificultando a normalização da circulação rodoviária.

Num comunicado emitido às 10h00, o CDOS explica que "o caudal do rio Tejo continua com variações, apresentando um caudal médio de 1000 m3/s", sendo que "as barragens de Fratel, Pracana e Castelo de Bode têm debitado nas últimas horas valores com alguma flutuação entre os 800m3/s e 1400m3/s no conjunto das barragens.

Segundo a mesma fonte, no distrito de Santarém estão submersas apenas a estrada 590, entre Couço e Santa Justa, no concelho de Coruche, e a ponte dos Alcaides/Almajões, no de Santarém.

Com este cenário, a Comissão Distrital de Proteção Civil manteve o nível de alerta do Plano Especial de Emergência na Bacia do Tejo no nível Azul, o mais baixo, mantendo igualmente todas as recomendações, com destaque para que as pessoas não atravessem, com viaturas ou a pé, estradas ou zonas alagadas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para esta quarta-feira céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, por vezes forte, passando gradualmente a regime de aguaceiros a partir da tarde, e que poderão ser por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis