chamusca appelgalego natal2017

santaremBVSruiCarvalho

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Santarém (BVS) decidiu atribuir um louvor público a todo o corpo ativo da corporação “pela entrega total e abnegada à missão de bombeiro voluntário” durante esta época do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF).

“Tenho consciência que, ano após ano, o vosso profissionalismo é cada vez mais evidente, e a nossa forma de trabalho é organizada e sustentada nas capacidades de cada um de nós”, escreve Rui Carvalho, louvando todos os operacionais dos BVS.

“Não podia deixar de exercer o papel de Comandante e transmitir a todos o quanto me orgulho de trabalhar com todos vós”, continua Rui Carvalho no louvor público, onde acrescenta as “palavras não serão suficientes para vos agradecer e também às vossas famílias”.

Fica em baixo o texto, na íntegra, do louvor público do Comandante dos Bombeiros Voluntários de Santarém:

 

Ao Senhor Adjunto de Comando e ao Corpo Ativo dos Bombeiros Voluntários de Santarém

Concluída mais uma “época” do DECIF (Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais), é com Elevado Orgulho que o Comandante LOUVA TODOS os Operacionais, pela entrega total e abnegada à missão de Bombeiro Voluntário.

A Nossa missão só foi possível porque, somos uma versão de bombeiros única e com  objetivos comuns, bem definidos.

Tenho consciência que, ano após ano, o vosso profissionalismo é cada vez mais evidente, a nossa forma de trabalho, é organizada e sustentada nas capacidades de cada um de nós. Somos sem dúvida uma elite implementada no seio desta instituição. Reconheço que, só as minhas palavras não serão suficientes para vos agradecer e também às vossas famílias. No entanto, não podia deixar de exercer o papel de Comandante e transmitir a todos o quanto me orgulho de trabalhar com TODOS vós.

É preciso construir o futuro, é necessário encontrar novas soluções para que, a nossa união se possa fortalecer e caminhar. Continuo a apostar nos conhecimentos de cada um de Nós. Neste momento não será objetivo escalpelizar os números “bárbaros” das missões, e a sua exigência, que ao longo deste ano (nomeadamente os últimos 6 meses) tivemos, por respeito às vítimas, não o faço, e também não será necessário faze-lo para dizer o quanto somos necessários neste ou noutro qualquer “sistema” de Proteção Civil.

Assim, volto a pedir a todos vós, que continuem o vosso trabalho de bombeiro voluntário, pois são uma mais-valia e demonstram uma Forte capacidade de Resiliência às adversidades da missão de Bombeiro.

Temos uma paixão permanente!

Sentimos grande orgulho pelo nosso Corpo de Bombeiros, pelo que construímos todos os dias! Superamo-nos!

Mobilizamos todos os que em nós confiam, para fazer acontecer o “impossível”!

Resistimos e melhoramos! Aprendemos com os erros e tornamo-nos ambiciosos!

Sabemos para onde queremos ir e somos corajosos – a frustração não nos trava!

Somos verticais e orientamo-nos por valores e princípios, inquebráveis, de solidariedade e disciplina! Comprometemo-nos com o nosso semelhante e empenhamo-nos na nossa missão, nunca “abandonando o barco”!

Somos responsáveis e fazemos sempre o melhor que sabemos e que podemos! Superamo-nos diariamente para exceder as expectativas dos nossos concidadãos. Queremos ser parceiros fieis, da Sociedade!

Juntamo-nos a quem acrescenta valor para irmos mais longe. Ancoramo-nos na confiança que temos, uns nos outros. Construímos equipas fortes que trabalham em conjunto. Somos alegres e dá-nos um gozo, Especial, pertencer a este Corpo de Bombeiros. Celebramos quem somos e o que fazemos. Inspiramos. Crescemos e aprendemos com a comunidade que servimos. Desejamos ousar! Vamos arriscar e assumir as rédeas do nosso futuro. Não somos diferentes, somos Nós próprios.

Bem Hajam, pela vossa Solidariedade e Camaradagem!

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis