chamusca appelgalego natal2017

incendio

O incêndio que entre sexta-feira, dia 6 e segunda, dia 9, afetou o concelho de Ourém, consumiu 1.237 hectares de floresta e alguns anexos habitacionais.

A informação foi avançada à agência Lusa pelo ainda presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, que explicou que o incêndio teve dois momentos. "Na primeira fase, o fogo veio de Pombal e já trazia uma frente ativa muito larga e intensa e foi lavrando terreno florestal", explicou.

Ao final do dia de sábado, as chamas foram controladas mas, no domingo, registou-se um novo reacendimento, que devastou mais umas centenas de hectares

"Houve algumas aldeias em perigo justificado, nomeadamente em Junqueira, Charneca, Cumeada, Ribeira do Fárrio, Camarões e Cardal", avançou Paulo Fonseca, acrescentando que "arderam os anexos de algumas habitações e muita floresta, sobretudo pinheiro bravo e eucalipto".

O alerta para este incêndio foi dado às 17h08 de sexta-feira, na localidade de Amenta, na União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, e chegou a ter mais de 200 operacionais envolvidos no combate às chamas.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis