chamusca pinoquioavisan2017

algemado

A Polícia Judiciária confirmou esta segunda-feira, 21 de agosto, a detenção de um homem, de 50 anos, suspeito de ter ateado um fogo em Filhós, no concelho de Alcanena.

Segundo a diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária, o homem foi detido na sexta-feira, 18 de agosto, após lançar fogo a terrenos agrícolas e florestais confinantes com a aldeia de Filhós, tendo agido “por impulso e motivo fútil, num quadro de alcoolismo”.

Após ser presente a tribunal, o homem ficou em prisão preventiva.

A PJ confirmou também a detenção de um outro homem, de 60 anos, residente na Póvoa da Isenta, no concelho de Santarém, que, como a Rede Regional avançou na altura, terá ateado um incêndio no terreno onde se situa a sua residência. Ouvido em primeiro interrogatório judicial, ficou obrigado a apresentações periódicas.

Nestas operações, a PJ contou com a colaboração da GNR.

 

NOTÍCIA RELACIONADA:

GNR e PSP detêm 4 suspeitos de incêndio no distrito de Santarém

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis