chamusca appmicromineiro slide

incendios-02

O homem suspeito de ter ateado três focos de incêndio na localidade de Carvalheiro, no concelho de Alcanena, a 3 de julho, alega que parou o carro à beira da estrada para fazer necessidades fisiológicas e que, tendo previamente acendido um cigarro ainda no interior do veículo, acabou por se esquecer do mesmo aceso na orla da estrada.

A infomação é avançada pela procuradoria da Comarca de Santarém, que acrescenta que o detido, sem antecedentes criminais, foi presente a primeiro interrogatório judicial na quarta-feira, 5 de julho.

"Em virtude de perigo de perturbação grave da ordem e tranquilidade públicas, devido à quantidade e frequência com que os incêndios florestais têm ocorrido nos últimos tempos, o Ministério Público promoveu a aplicação da medida de apresentação semanal à entidade policial mais próxima da residência do arguido, medida que foi decretada pelo juiz de instrução criminal", refere a procuradoria.

O arguido, que tinha sido detido pela Polícia Judiciária, prestou ainda termo de identidade e residência, estando indiciado pela prática do crime de incêndio por negligência.

Comentários   

 
-1 #1 Toino 10-07-2017 20:00
Quem nunca...
Citar
 

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões