chamusca pinoquioavisan2017

incendio geral

O Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária, com a colaboração da Guarda Nacional Republicana, deteve um homem, divorciado, desempregado, fortemente indiciado pela prática de um crime de incêndio florestal.

Em comunicado, a PJ refere que o suspeito, "agindo num quadro impulsivo e depressivo, ateou três focos de incêndio em área arborizada na localidade de Carvalheiro - Alcanena, ontem (3 de julho), cerca das 14h00".

O detido, com 43 anos de idade, será presente às autoridades judiciárias competentes para aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

No corrente ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 27 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis