chamusca carmen theobanner-cortes-e-lendas

corucheacidentejoaoserrao

Um empresário de 73 anos morreu na sequência de uma colisão frontal ocorrida na Estrada Nacional 251, entre Coruche e o Couço, na manhã deste sábado, 17 de dezembro.

O acidente, que ocorreu por volta das 10h30, envolveu dois veículos ligeiros de passageiros que chocaram de frente.

As causas estão a ser investigadas pelo NICAV da GNR, mas tudo indica que o carro que viajava no sentido Couço – Coruche invadiu a faixa de rodagem onde seguia a viatura da vítima mortal, João Serrão.

Com a violência do embate, o carro saiu fora da estrada e destruiu um poste de transporte de energia.

O homem esteve prestes a ser evacuada num helicóptero do INEM que chegou a aterrar perto da Azervadinha, ao quilómetro 47 da EN251, mas acabou por não resistir aos ferimentos e o óbito foi declarado no local.

João Serrão era um empresário ligado ao ramo do frio industrial, era bastante conhecido na vila de Coruche, onde residia e tinha também uma loja de eletrodomésticos.

A condutora do outro veículo, que terá cerca de 50 anos, sofreu politraumatismos graves e foi transportada ao hospital de Santarém, depois de ter sido assistida no local.

Além do helicóptero do INEM, que foi acionado a partir de Évora, as operações de socorro envolveram a VMER de Santarém, a SIV de Ponte de Sor e 24 elementos das corporações de bombeiros de Coruche e Mora, apoiados por sete viaturas.

A circulação na EN251 esteve cortada até perto das 14 horas, tendo-se formado no local filas de trânsito com vários quilómetros, em cada um dos lados.

As cerimónias fúnebres de João Serrão, que deixa viúva e um filho maior de idade, ainda não têm data marcada.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis