chamusca appfestival bike2017

Saúde

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, está preocupada com o impacto dos incêndios na qualidade da água da albufeira de Castelo do Bode, que abastece cerca de dois milhões de portugueses.

A preocupação da autarca prende-se com as escorrências das cinzas resultantes dos muitos incêndios que nas últimas semanas rondaram a área da barragem, em concelhos como Abrantes, Tomar, Mação e Ferreira do Zêzere, todos no distrito de Santarém, ou de Sertã e Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco.

Maria do Céu Albuquerque quer marcar uma reunião com caráter de urgência com todos aqueles que têm captações de água na albufeira para encontrar uma resposta que minimize os impactos negativos.

No final da reunião do executivo de Abrantes, a presidente da autarquia diz que é necessário trabalhar rapidamente no sentido de consolidar as áreas ardidas, evitando fenómenos de erosão e de deposição de cinzas que tendem a acontecer, incluindo no período de inverno, com consequências ainda mais graves.

riomaiorcentrosaudeobras

A Câmara Municipal de Rio Maior vai requalificar o espaço exterior do centro de saúde da cidade, numa intervenção que ronda os 60 mil euros e que prevê a pavimentação do estacionamento e do arruamento envolvente, e beneficiação dos passeios, portões de entrada e espaços verdes.

O protocolo de colaboração já foi assinado entre a presidente da autarquia, Isaura Morais, e a presidente do conselho diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT), Rosa Valente de Matos.

As obras no interior do centro de saúde serão da responsabilidade da ARS-LVT, segundo esta responsável, que anunciou também a criação de uma nova Unidade de Saúde Familiar (UF), com o consequente aumento de médicos e enfermeiros ao serviço na unidade de saúde.

cartaxovaladaextensaosaude

A Câmara Municipal do Cartaxo já assinou o contrato de adjudicação das obras de requalificação na extensão de saúde de Valada do Ribatejo, uma obra com um valor que ronda os 34 mil euros, acrescidos de IVA, e que foi entregue à empresa Construaza, Lda, vencedora do concurso público que decorreu no primeiro semestre de 2017.

Com um prazo de execução de 90 dias, as obras vão decorrer no interior do edifício e numa das fachadas, com alterações e beneficiações que cumprem as condições técnicas exigidas pelo Ministério da Saúde, Direção-Geral das Instalações e Equipamentos da Saúde.

Entre as intervenções previstas no projeto, estão a construção de um novo compartimento destinado a armazenamento e despejos de resíduos hospitalares, a criação de um novo gabinete médico, a ampliação de vários espaços no interior para permitir o acesso a utentes com mobilidade condicionada, o alargamento da área de circulação de acesso às instalações sanitárias e novos equipamentos e substituição das portas existentes permitindo o acesso de forma desimpedida.

Durante o decorrer das obras, os utentes que não têm transporte próprio podem aceder aos serviços médicos e de enfermagem através do transporte gratuito que tem vindo a ser disponibilizado desde março pela Câmara do Cartaxo, em parceria com a Junta de Freguesia de Valada e a Unidade de Saúde Familiar D. Sancho I.

Realiza-se semanalmente, às quintas-feiras, com partida para a USF de Pontével às 9h30 e regresso a Valada às 11h30.

Os trabalhos deverão arrancar no início de setembro, segundo informações da Câmara do Cartaxo.

O presidente da autarquia, Pedro Magalhães Ribeiro, lembra que “esta obra é da competência direta do Ministério da Saúde. Desde o início do mandato que reivindicámos esta intervenção, promovemos visitas de técnicos e decisores da administração central ao local, disponibilizámos os serviços da Câmara e insistimos na necessidade de manter este espaço ao serviço da população”.

A demora para obter uma resposta concreta e a urgência de manter os cuidados de saúde de proximidade, segundo o autarca, levaram o executivo a avançar, em 2016, com a proposta de inclusão destas obras no Orçamento Municipal.

Operações de busca e resgate aquático - Fotos João Dinis