chamusca appbanner25abril

micromineiro slidecoruche sabores-tasquinhas

Saúde

hospital abrantes

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), que inclui as unidades de Abrantes, Torres Novas e Tomar, está no primeiro lugar nos indicadores de acesso a consultas e cirurgias, no ano de 2017.

A informação é do próprio centro hospitalar, que cita dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), onde, no Indicador Acesso a Cirurgias – Cumprimento do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG), o Centro Hospitalar do Médio Tejo ocupa o primeiro lugar no seu grupo, com uma percentagem de execução de 94% dos casos.

Também no indicador Acesso a Consultas, o CHMT lidera, apresentando 60 dias de espera média no indicador Acesso a Consultas, no grupo C, que integra as entidades hospitalares equiparadas.

A nível distrital, estes indicadores, entre outros, espelham a liderança do CHMT no acesso a prestação de cuidados de saúde no distrito de Santarém, mas também a nível nacional.

Destaque ainda para a realização de cirurgias em ambulatório que, no primeiro trimestre de 2018, apresenta um acréscimo de 5,9%, face ao período homólogo de 2017.

hospital santarem

As obras do bloco operatório do Hospital de Santarém foram suspensas pelo Tribunal de Contas porque na data em que foi registado o compromisso referente ao encargo resultante do contrato, a unidade de saúde não tinha fundos disponíveis para fazer face à despesa.

Não questionando a necessidade da contratação em causa, o TC recorda que a lei não permite que sejam assumidos compromissos sem fundos disponíveis, pelo que as obras foram suspensas e o contrato poderá ter de ser anulado.

A ilegalidade, que se prende com a lei dos compromissos e pagamentos, parece ser apenas formal e poderá ser resolvida rapidamente, o que não inviabiliza potenciais atrasos.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do conselho de administração do Hospital Distrital de Santarém, José Josué, garantiu que o hospital dispõe da verba para pagamento desta segunda fase da obra, e que tem a garantia do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, de que a questão será resolvida “rapidamente” em articulação com o ministro das Finanças.

O assunto foi levantado na manhã desta quarta-feira, 18 de maio, pelo deputado do PSD eleito pelo círculo de Santarém, Duarte Marques, que responsabilizou o Governo pela suspensão da obra, considerando que a situação acontece devido aos atrasos nas transferências do Estado e ao acumular das dívidas para com os hospitais.

As obras do bloco operatório do Hospital de Santarém têm um valor global de 3 milhões de euros e estão a ser realizadas com fundos do hospital, sem recurso a financiamento comunitário, sendo o contrato desta segunda fase da ordem dos 1,5 milhões de euros.

marianos extensao-saude

A extensão de saúde de Marianos, no concelho de Almeirim, vai reabrir no dia 19 de abril, quinta-feira, após 6 anos de encerramento.

A garantia foi dada esta quinta-feira, 12 de abril, pelo presidente da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro, que revela que, numa primeira fase, a extensão funcionará uma manhã de 15 em 15 dias com médico, enfermeiro e administrativo.

"Tenho consciência que não é o ideal mas, por norma, tudo o que fecha no interior já não abre, por isso esta medida é de enorme importância", refere o autarca, salientando que a abertura só foi conseguida após 4 anos de negociações com os responsáveis pela saúde e "depois de cerca de 40 mil euros de investimento na requalificação do espaço".

"Com a abertura de Marianos voltámos a ter todas as extensões de saúde a funcionar", salientou Pedro Ribeiro, destacando ainda o papel da Junta de Freguesia de Fazendas de Almeirim que assegurará o transporte dos profissionais.

Cerimónia de Apresentação Santarém Cup 2018