chamusca baguncadabanner tasquinhas2017

Saúde

macaoviaturasaude

A Câmara Municipal de Mação entrega esta quarta-feira, 4 de janeiro, uma carrinha de serviço ao Centro de Saúde da vila, viatura que será utilizada pelos profissionais da Unidade de Saúde Pública na prestação de cuidados personalizados à população inscrita do concelho.

O veículo foi adquirido pela autarquia no âmbito de um protocolo de colaboração com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, e servirá para garantir “cuidados no âmbito domiciliário e comunitário, especialmente às pessoas, famílias e grupos mais vulneráveis, em situação de maior risco ou dependência física”, explica uma nota de imprensa do município.

A sua ação vai abranger todos os residentes na área geográfica do concelho de Mação, especialmente “pessoas de todas as idades com dependência funcional, com doença crónica ou incurável”, acrescenta a mesma nota.

Dada a extensão geográfica do concelho e a dispersão das localidades, o trabalho dos profissionais de saúde sai agora mais facilitado no que respeita à sua deslocação entre a sede e os polos de assistência, o domicílio dos utentes, e as deslocações pontuais a outras unidades do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo.

usf almeida garrett planalto

A Unidade de Saúde Familiar (USF) Almeida Garret, situada em São Bento, na cidade de Santarém, foi certificada com o nível de "Bom" pelo Comité de Certificação do Departamento da Qualidade na Saúde.

A unidade de saúde, pertencente ao Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Lezíria, coordenada pelo médico João Carlos Pita Soares, realizou o processo de certificação em conformidade com as especificações e critérios estabelecidos no Manual de Standards de Unidades de Gestão Clínica de Cuidados de Saúde Primários, sendo que inicia agora, um período de autoavaliação de acompanhamento, desenvolvendo atuações que lhe permitirão implementar as áreas de melhoria detetadas durante as fases do processo de certificação, bem como, estabilizar os parâmetros considerados como cumpridos.

salvaterraforosextensaosaude

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos conseguiu garantir que os médicos contratados para a extensão de saúde da freguesia da Glória do Ribatejo prossigam os seus contratos de trabalho a partir desta segunda-feira, 2 de janeiro.

A informação vem de uma nota de imprensa da própria autarquia, que adianta que o Ministério da Saúde assumiu também o compromisso “de, apesar das saídas em mobilidade, assegurar sempre dois médicos de família no centro de saúde de Salvaterra de Magos”.

Recorde-se que, na semana passada, o presidente da Câmara, Hélder Esménio, veio a público alertar para a possibilidade de encerramento das extensões de saúde da Glória do Ribatejo e dos Foros de Salvaterra, por falta de médicos, e do funcionamento parcial do Centro de Saúde da sede de concelho apenas com um clínico a meio tempo.

Seria, segundo o autarca, uma situação muito grave que poderia deixar mais de 16 mil pessoas sem qualquer tipo de assistência médica, logo no início de 2017.

Segundo o novo acordo com o ministério e a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT), vão “manter-se dois médicos contratados com horas para apoiar os utentes de Foros de Salvaterra, mantendo-se também nesta extensão o médico de família que ali presta serviço a meio tempo”.

Na extensão de saúde de Marinhais, vão continuar os três médicos de família, “solução ajustada às necessidades depois do reforço conseguido no ano transato de fixação na freguesia de dois médicos do Serviço Nacional de Saúde”, explica ainda a mesma nota.

Carnaval Samora Correia - Fotos João Dinis

×