chamusca carmen theobanner-cortes-e-lendas

Saúde

enfermeiraanapaulaeusebio

Ana Paula Eusébio, enfermeira especialista em reabilitação, é a nova enfermeira diretora do Centro Hospitalar Médio Tejo (CHMT), que, no ato de tomada de posse, afirmou ter aceite o desafio para assumir esta função “com muito empenho”.

“Sozinhos não fazemos nada. Precisamos de trabalhar em equipa e não apenas em grupo. Somos enfermeiros. Trabalhamos segundo os mesmos valores e defendemos os mesmos ideais. Temos de prezar esta arte, esta missão e temos de trabalhar em prol do doente”, afirmou a enfermeira.

Ana Paula Eusébio entra assim para o Conselho de Administração do CHMT, que foi reconduzido recentemente, e que mantém Carlos Andrade Costa como presidente, Cristina Gonçalves como diretora clínica, e Carlos Gil e Bruno Ferreira como vogais.

A enfermeira é também mestre em comunicação em saúde, doutoranda em gestão em saúde na Universidade Católica de Lisboa, e pertence aos quadros da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Entre outras funções, foi enfermeira diretora no Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão e enfermeira diretora da Unidade de Cuidados Continuados Integrados Maria José Nogueira Pinto.

santaremhospitalmedicos

O governo aceitou a inclusão do Hospital de Santarém na lista de unidades abrangidas pelo regime excecional que permite oferecer incentivos extra aos médicos que queiram trabalhar nas denominadas "zonas carenciadas".

Este regime, definido no início de cada ano em conjunto pelos ministérios da Saúde e das Finanças, permite às unidades hospitalares pagar um rendimento superior aos clínicos que aceitem prestar serviço em zonas consideradas deficitárias na sua especialidade, além de outras contrapartidas excecionais.

Das 15 especialidades apresentadas pelo Hospital de Santarém, apenas a cirurgia plástica não foi considerada.

Ao abrigo deste regime, o Hospital de Santarém tem luz verde para contratar médicos para medicina interna (8), anestesiologia (5), ortopedia (4), cardiologia, cirurgia geral, oftalmologia, oncologia, pneumologia, radiologia (dois médicos cada), e anatomia patológica, dermatologia, imunohemoterapia, pedopsiquiatria e medicina física e de reabilitação (um clínico para cada).

A proposta para a inclusão da unidade hospitalar de Santarém neste regime foi apresentada a 13 de fevereiro pelos deputados do PSD eleitos pelo distrito, depois de uma reunião onde o conselho de administração do hospital referiu que as condições de atratividade era uma das principais dificuldades à contratação de especialistas.

Nesse encontro, a administração garantiu ter capacidade financeira para suportar os incentivos adicionais aos médicos.

agua torneira

O abastecimento de água está normalizado em segurança em todo o concelho de Torres Novas. A garantia é da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, que informa que “a EPAL concluiu a reparação da rotura grave na linha 1 do adutor de Castelo de Bode cerca das 9h30 e está a garantir o abastecimento aos reservatórios da Águas do Ribatejo”.

A AR salienta que “devido às reservas existentes nas células da empresa e ao rigoroso cumprimento do plano de redução dos consumos aos inadiáveis (…), foi possível garantir o abastecimento sem falhas a todos os clientes da no período da reparação.

 

Notícia Original publicada a 24.02.2017 às 18h30

Rutura grave deixa Torres Novas e Meia Via sem água

A reparação de uma rotura grave na linha 1 do adutor de Castelo de Bode da EPAL, que abastece Torres Novas e Meia Via, vai obrigar à interrupção do abastecimento de água nestas duas localidades pelo menos entre as 5h00 e as 18h00 deste sábado, 25 de fevereiro.

A informação é da empresa Águas do Ribatejo, que apesar de dispor de reservas para alternativa, dada a duração do corte, prevê constrangimentos e falta de água numa parte significativa da cidade de Torres Novas e nas localidades limítrofes, podendo ser afetados clientes “sensíveis” como o hospital, alguns hipermercados e zonas industriais e comerciais.

A Águas do Ribatejo sugere aos consumidores que providenciem reservas para os consumos inadiáveis. Nos casos em que tenham abastecimento que restrinjam o consumo evitando regas e lavagens de pavimentos.

A empresa intermunicipal alerta ainda que não é aconselhável o consumo e a utilização da água imediatamente após a reposição do abastecimento.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis