chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

HOSPITAL DEVERÁ SER CONSTRUÍDO NA ZONA ONDE ESTEVE UM HOTEL QUE NUNCA FOI CONCLUÍDO

O projecto do novo hospital que o grupo Fidelidade Property Europe, S.A. pretende construir em Santarém vai voltar a ser discutido esta sexta-feira, 31 de agosto, na reunião do executivo municipal.

A vereação vai deliberar sobre os dois pedidos de informação prévia que a empresa apresentou, um para a autorização do cancelamento do ónus no registo que limita o destino do terreno, nas Encostas da Carmona, na União de Freguesias da Cidade de Santarém, e outro para a construção de edificação/instalação de um equipamento de saúde/hospital privado no mesmo local.

Recorde-se que o assunto já foi discutido – e chumbado pela oposição – em duas reuniões anteriores, a última das quais em 23 de janeiro de 2017, há cerca de ano e meio, tendo estado a ser discutido tecnicamente ao longo deste período.

Nas duas vezes que chumbou a proposta no anterior mandado, a oposição – na altura formada por 4 vereadores do PS e 1 da CDU, contra 4 do PSD – colocou em causa sobretudo o uso do terreno, que o Plano Diretor Municipal (PDM) define como sendo destinado a projetos turísticos, o incumprimento de protocolos antigos que deveriam fazer com que a autarquia fosse indemnizada e informações técnicas consideradas insuficientes e omissas.

Com as eleições de Outubro de 2017, o PSD ficou com maioria no executivo municipal (5 vereadores contra 4 do PS) prevendo-se que os pedidos do grupo Fidelidade Property Europe, S.A., ligado ao Hospital da Luz, sejam aprovados.

 

NOTÍCIA RELACIONADA:

Oposição chumba instalação de novo hospital privado em Santarém

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis