chamuscal apartilhatecfresh2018 slide

santaremhospitaljornadaspsiaq

No Hospital Distrital de Santarém, os utentes esperam 497 dias para uma primeira consulta da especialidade de oftalmologia, e 460 dias para uma consulta da especialidade de dermato-venerologia.

Os números são avançados pelos deputados do PSD eleitos pelo círculo de Santarém, que entregaram na Assembleia da República uma pergunta ao Governo sobre o aumento das listas de espera nesta unidade hospitalar, no que se refere às consultas médicas realizadas fora dos Tempos Máximos de Resposta Garantida (TMRG).

No Hospital Distrital de Santarém, “os tempos médios de resposta para primeiras consultas de especialidade ultrapassam significativamente os TMRG”, salienta o documento, dando como exemplo os 243 dias de espera para uma consulta de pneumologia, 234 dias para consulta de psiquiatria da infância e da adolescência, e 188 dias para uma consulta de gastrenterologia.

A agravar os números referidos, “acresce mesmo que os tempos de espera para consultas hospitalares continuaram a aumentar no último ano, obrigando milhares de doentes a esperar largos meses, por vezes mesmo anos, pelo acesso às consultas de que carecem, assim vendo comprometido o seu direito à proteção da saúde”, acrescentam ainda os deputados Nuno Serra, Duarte Marques e Teresa Leal Coelho, que consideram que “esta é uma situação absolutamente inaceitável”.

No documento entregue no Parlamento, os deputados social-democratas exibem saber que “medidas concretas vai o Governo tomar para reduzir o número de consultas hospitalares realizadas fora dos TMRG” e em que data serão essas medidas tomadas.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves