chamusca appelgalego natal2017

CHMTsangueprojeo

O Centro Hospitalar Médio Tejo (CHMT) é uma das 12 instituições de saúde a nível nacional que está integrado num projeto nacional para aproveitamento do plasma recolhido nas dádivas de sangue, liderado pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST).

Face ao estabelecido neste protocolo, o serviço de sangue do CHMT disponibilizará 3.000 unidades de Plasma Fresco Congelado ao IPST, num projeto que tem por objetivo o máximo aproveitamento das dádivas benévolas de sangue.

Leonor Gonçalves, diretora do Serviço de Imuno-hemoterapia do CHMT, considera ser prestigiante estar no grupo que vai concretizar o aproveitamento do plasma.

“Ao sermos escolhidos para este projeto é porque estamos aptos para realizar o trabalho e isso é prestigiante para o serviço”, afirma a responsável, reconhecendo “a importância que este processo tem, não só para o CHMT, mas para o País”.

A assinatura deste protocolo concretiza a segunda fase do programa de fracionamento do plasma humano português, envolvendo a participação do IPST e dos serviços de sangue hospitalares com maior colheita de sangue, e será válido desde a data de assinatura até ao biénio 2018/2019.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis