chamusca appmicromineiro slide

idosos

A Equipa de Proteção ao Idoso (EPI) da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos acompanhou cerca de três dezenas de idosos em situação de risco em menos de dois anos de existência.

Os dados foram revelados esta quinta-feira, 15 de junho, data em que se assinalou o Dia Internacional de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência contra as Pessoas Idosas.

"Havendo, nem que seja um só idoso em situação vulnerável ou em risco, já é motivo de preocupação para nós. A sociedade tem o dever de estar atenta e denunciar todas estas situações", explicou Helena Neves, vice-presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos.

A EPI foi criada precisamente para prevenir e responder às situações suscetíveis de afetar a segurança, saúde e bem-estar dos idosos, destinando-se a todos os idosos, com mais de 60 anos, que sejam residentes no concelho de Salvaterra de Magos e que se encontrem em situação de risco, nomeadamente isolamento social, solidão, marginalização, negligência e/ ou maus tratos.

"Sentimos necessidade de criar este projeto, e fomos pioneiros no país, porque temos consciência que o envelhecimento da população é uma realidade da nossa sociedade atual e há necessidade de proteger os nossos idosos que possam estar em risco", acrescentou Helena Neves.

A maior parte dos casos sinalizados e acompanhados têm a ver com solidão, isolamento e negligência.

Sensibilizar a comunidade local e a rede de vizinhança para a necessidade de proteger os idosos, consciencializar a população e as famílias para o envelhecimento com qualidade e para os direitos dos idosos e protege-los de situações de negligência e maus tratos são alguns dos objetivos deste projeto.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões